22°
Máx
14°
Min

Com ouro de Daniele Hypolito, ginástica do Brasil fatura 5 medalhas em São Paulo

(Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas) - Com ouro de Daniele Hypolito, ginástica do Brasil fatura 5 medalhas em São Paulo
(Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas)

Os irmãos Diego e Daniele Hypolito foram os grandes destaques do primeiro dia de finais da etapa de São Paulo da Copa do Mundo de Ginástica Artística. Daniele assegurou o único ouro do País no dia ao vencer a disputa do salto, enquanto Diego ficou com a prata no solo.

Os ginastas brasileiros ainda subiram outras três vezes ao pódio neste sábado. Sergio Sasaki foi o segundo melhor no cavalo com alças, mesmo resultado de Rebeca Andrade nas barras assimétricas. Já Francisco Barretto levou o bronze nas barras paralelas.

Ginasta de melhor desempenho nas eliminatórias do salto, Daniele Hypólito repetiu o desempenho neste sábado na disputa de medalha no Ibirapuera. A brasileira conseguiu a média de 14,125 nas suas apresentações, suficiente para render o ouro.

A alemã Michelle Timm (13,850), e a finlandesa Annika Urvikko (13,700) completaram o pódio.

Já Diego Hypolito, que havia sido o melhor das eliminatórias do solo, acabou tendo que se contentar com a segunda posição ao conseguir 15,400 pontos na sua apresentação. Quem se deu melhor foi o chileno Tomás González, medalhista de ouro com 15,650. O japonês Jampei Oka faturou o bronze com 15,000. Já Arthur Nory, que sofreu duas quedas nas aterrissagens, foi o oitavo colocado.

No cavalo com alças, Sasaki assegurou a medalha de prata com 14,950 pontos, logo atrás do japonês Kaito Imabayshi, ouro com 15,150. O japonês Fuya Maeno levou o bronze com 14,800. Já Caio Souza ficou em quarto lugar.

Na disputa das barras assimétricas, Rebeca Andrade conseguiu 14,500 pontos na sua apresentação, assim como a alemã Kim Bui, o que lhe rendeu o segundo lugar. O ouro ficou com a venezuelana Jéssica Lopez, com 14,650. Lorrane dos Santos foi a quarta colocada.

Francisco Barretto levou o bronze nas barras paralelas com 15,000 pontos. O brasileiro terminou a disputa atrás de dois colombianos, Jossimar Calvo Moreno, medalhista de ouro com 15,550, e de Javier Sandoval, prata com 15,100. Caio Souza garantiu o quinto lugar.

As finais da etapa de São Paulo da Copa do Mundo de Ginástica se encerram neste domingo. Nory e Sasaki competem na barra fixa, Zanetti e Chico se apresentam nas argolas, Daniele Hypolito e Carolyne Pedro disputarão no solo, Nory e Sasaki representarão o País no solo e Rebeca e Daniele estarão na final da trave.