21°
Máx
17°
Min

Golfe confirma lista de inscritos com oito desistência no Top 20 do mundo

(Foto: Divulgação)  - Golfe confirma lista de inscritos com oito desistência no Top 20
(Foto: Divulgação)

A Federação Internacional de Golfe (IGF) anunciou nesta terça-feira a lista de atletas inscritos nos Jogos Olímpicos do Rio por seus respectivos países. Dos 20 primeiros do ranking mundial, oito escolheram não participar do retorno da modalidade ao programa olímpico, incluindo os quatro primeiros do mundo.

A lista de desistências tem Jason Day (Austrália), Jordan Spieth, Dustin Johnson(ambos dos EUA), Rory McIlroy (Irlanda), os quatro primeiros do ranking mundial, além do australiano Adam Scott (oitavo), dos sul-africanos Branden Grace (12.º) e Louis Oosthuizen (15.º) e do japonês Hideki Matsuyama (19.º).

A maioria desses atletas alegou temor pelo vírus da zika, mas o próprio Rory McIlroy, um dos astros do golfe na atualidade, chegou a afirmar, depois, que o golfe não está entre os esportes "que importam" em uma Olimpíada e que popularizar a modalidade não é um dos seus objetivos: "Entrei no golfe para ganhar torneios", disse. A Olimpíada não paga premiação em dinheiro e não dá pontos no ranking.

Além disso, o circuito profissional de golfe não faz controle periódico de doping, de forma que, para participar da Olimpíada, os golfistas têm que se submeter a uma rotina com a qual não estão acostumados e que inclui informar à federação internacional sobre seu paradeiro para que possam ser testados de surpresa.

Ainda que a lista de ausências seja relevante, a de presentes também é e inclui o sueco Henrik Stenson, quinto do mundo, que ganhou o British Open no fim de semana. Além dele, estão confirmados os americanos Bubba Watson (sexto), Rickie Fowler (sétimo), Patrick Reed (14.º) e Matt Kuchar (17.º), além de nomes com o britânico Danny Willett (nono) e o espanhol Sergio Garcia (10.º).

No golfe, cada país pode ter até dois atletas na Olimpíada. Esse número pode ser de até quatro se todos estivessem dentro do Top 15 - algo que os Estados Unidos conseguiu. O Brasil será representado por Adilson da Silva no masculino e Miriam Nagl e Victoria Lovelady no feminino.

Victoria só conseguiu a vaga de última hora, graças a três desistências entre as mulheres. Mesmo assim, das 15 primeiras do ranking mundial, 13 estarão na Olimpíada. As únicas ausências são as sul-coreanas Ha-Na Jang(10.ª) e So Yeon Ryu (12.ª). Vale lembrar que o zika é muito mais prejudicial às mulheres.