21°
Máx
17°
Min

Golfista número 1 do mundo, Jason Day desiste do Rio-2016 por temor ao vírus zika

Jason Day teme zika vírus e desiste do Rio-2016 (Foto: Ap Images) - Golfista número 1 do mundo, Jason Day desiste do Rio-2016
Jason Day teme zika vírus e desiste do Rio-2016 (Foto: Ap Images)

Atual líder do ranking mundial do golfe, o australiano Jason Day anunciou nesta terça-feira que não virá aos Jogos Olímpicos do Rio, em agosto, por causa do vírus zika. Assim, ele se tornou mais uma estrela deste esporte a culpar o temor de ser contrair a doença para não estar presente na disputa desta modalidade, que voltou a se tornar uma modalidade olímpica após 112 anos.

Na semana passada, o irlandês Rory McIlroy, quarto do ranking mundial e ganhador de quatro títulos de majors do golfe, já havia anunciado que não viria à Olimpíada por causa do zika, apesar de todas as garantias dadas pelo governo brasileiro e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) de que o risco de contaminação com o vírus é muito pequeno durante a passagem dos atletas olímpicos pelo Rio.

Ao justificar a sua desistência dos Jogos, Day reconheceu que o único motivo para a sua decisão é a preocupação com o risco de contrair o zika por meio de picada de mosquitos que podem ser vetores de transmissão desta doença, que tem sido associada ao nascimento de crianças com problemas de má-formação congênita.

O golfista de 28 anos de idade disse que não pretende correr este risco pelo fato de pretender ter mais filhos. Assim, ele se tornou o quinto jogador da modalidade a culpar especificamente o zika como motivo para desistência da Olimpíada. Os outros foram o sul-africano Branden Grace, atual 12.º colocado do ranking mundial, o fijiano Vijay Singh e o australiano Marc Leishman.

"É com grande pesar que anuncio que não estarei competindo nos Jogos Olímpicos de 2016 em agosto no Rio de Janeiro. A razão para a minha decisão são minhas preocupações sobre a possível transmissão do vírus zika e os riscos potenciais que pode apresentar para futuras gestações da minha esposa e futuros membros da nossa família", afirmou o australiano, por meio de um comunicado publicado em sua página no Twitter.

Day ainda destacou que estar presente na Olimpíada era "um grande objetivo" para ele, mas alegou que precisou priorizar a saúde de sua possível futura geração familiar. "Sempre coloquei minha família na frente de tudo em minha vida. Especialistas médicos confirmaram que, embora leve, uma decisão de competir no Rio vem com risco para a minha saúde e de minha família", enfatizou.

Com o grande número de desistências, a imprensa especializada em golfe tem tratado a zika como uma "muleta" para os jogadores da modalidade que já não desejavam disputar a Olimpíada, que não tem sido vista como uma prioridade por boa parte dos golfistas, até pelo fato de que a modalidade não tem tradição olímpica.

Embora tenha alegado que o vírus zika provocou a sua desistência dos Jogos Olímpicos, McIlroy passou férias em Barbados, um país que também afetado pelo surto desta doença. O australiano Adam Scott, oitavo golfista do mundo, o sul-africano Louis Oosthuizen e o irlandês Graeme McDowell, outros dois atletas da modalidades, também não virão ao Rio, mas deram outros motivos para não disputarem a Olimpíada.