23°
Máx
12°
Min

Seleção masculina derrota o Chile e conquista o título do Pan de handebol

(Foto: Divulgação)  - Seleção masculina derrota o Chile e conquista o título do Pan de handebol
(Foto: Divulgação)

De olho na disputa dos Jogos Olímpicos do Rio, em agosto, a seleção brasileira masculina de handebol conquistou neste domingo o título do Pan-Americano, realizado na Argentina, ao derrotar o Chile por 28 a 24 (15 a 12 no primeiro tempo), na quadra montada no espaço Tecnópolis, em Buenos Aires. Assim, a equipe treinada pelo técnico espanhol Jordi Ribera é agora tricampeã do torneio e está classificada ao Mundial de 2017, que será na França.

Jordi Ribera apontou alguns fatores que poderiam ter saído melhores durante a final e semifinal (contra a Argentina), mas elogiou a consistência do grupo. "Acho que fizemos um bom campeonato. Talvez não tenhamos jogado tão bem na final. Tivemos alguns apuros no ataque, como também tivemos contra a Argentina. Isso possivelmente se deva ao fato de que tivemos partidas muito fáceis durante a fase de grupos, que não nos permitiu treinar situações de seis contra seis com mais fluidez", disse o espanhol.

"Também pode ser que tenhamos sentido um pouco a pressão, pois temos jogadores muito jovens, que em outros momentos não tiveram essa capacidade de finalização. Fomos merecedores do título. Ganhamos sete jogos que disputamos. Mostramos em todos eles que fomos superiores e estou contente com o grupo que fez um bom trabalho", elogiou o treinador.

O armador José Guilherme Toledo disse que a concentração da equipe foi fundamental durante o campeonato. "Foi um torneio muito duro e estamos muito contentes. Entramos em todos os jogos com muita concentração e respeito com todos os adversários. Demos o máximo na quadra sempre e isso funcionou", afirmou.

O ponta Fábio Chiuffa, artilheiro do Brasil com 43 gols, apontou a defesa como uma grande arma do grupo. "Acredito que nossa defesa está muito bem, muito sólida e compacta. Para mim foi tudo muito ótimo. Consegui jogar bem esse campeonato e estou muito feliz. Espero seguir treinando e evoluindo para fazer bem as coisas no Rio", projetou o jogador.

Com folga nesta semana, a seleção volta a se reunir para uma fase de treinamentos no Brasil e depois segue para a Dinamarca, onde irá enfrentar a equipe da casa em dois amistosos. O passo seguinte já será a reunião para a disputa dos Jogos Olímpicos.