26°
Máx
19°
Min

Com dois ouros, judô do Brasil conquista 8 medalhas neste sábado no Pan de Havana

O judô do Brasil segue dando show no Pan-Americano de Havana, em Cuba. Neste sábado, o País chegou à disputa de medalhas em todas as sete categorias do dia e conquistou oito medalhas ao final das lutas. Foram duas de ouro, três de prata e outras três de bronze. O grande destaque ficou por conta do duelo entre dois compatriotas que brigam pela vaga olímpica nos acima de 100 kg. O medalhista olímpico Rafael Silva, o Baby, levou a melhor na final diante de David Moura.

Os dois judocas protagonizaram neste sábado mais um capítulo na disputa pela vaga brasileira nos Jogos Olímpicos do Rio, em agosto, na categoria dos pesados. Na final, a luta foi equilibrada e teve sua decisão no "Golden score", onde Baby venceu com um wazari. Brigando ponto a ponto no ranking olímpico, eles ainda podem somar no Grand Slam de Baku (Azerbaijão) e no Masters. Rafael Silva chegou em Havana como 10.º do mundo e David Moura, 13.º.

Outro destaque masculino foi Tiago Camilo, que tenta voltar ao bons tempos. Neste sábado, o judoca conquistou a medalha de ouro da categoria até 90 kg com três vitórias por ippon - contra o dominicano Robert Florentino, o chileno Thomas Briceno e na final contra o norte-americano Colton Brown. Atualmente, o brasileiro é o 17.º de sua categoria no ranking mundial.

No feminino, a brasileira Mayra Aguiar fez parte de um dos duelos mais aguardados em Havana. Neste sábado, voltou a enfrentar a norte-americana Kayla Harrison, sua antiga rival na categoria meio-pesado (até 78 kg). Desta vez, de forma rápida com uma chave de braço, a judoca dos Estados Unidos levou a melhor. Prata, Mayra é atualmente a quarta colocada do ranking mundial, enquanto que Kayla é a número 1.

Outra brasileira que ficou com a prata foi Maria Suellen Altheman (13.ª do ranking). Ela perdeu na final da categoria acima de 78 kg para a cubana Idalys Ortiz, ouro em Londres-2012 e atual quarta colocada do ranking mundial. Em um duelo equilibrado, a brasileira acabou derrotada por levar duas punições a mais.

O Brasil ainda levou mais duas medalhas de bronze neste sábado. Pela categoria até 81kg, Victor Penalber venceu Juan Turcios, de El Salvador, na disputa pelo terceiro lugar. Pela mesma categoria de Maria Suellen, Rochele Nunes bateu a mexicana Vanessa Zamboti para ficar com a terceira colocação.

Na categoria até 70kg feminino, Maria Portela também tentou o bronze, mas perdeu para a venezuelana Elvismar Rodriguez, por uma punição, e ficou com a quinta posição.