27°
Máx
13°
Min

Judô do Brasil também fica sem pódio no 2º dia em Düsseldorf

(Foto: Divulgação) - Judô do Brasil também fica sem pódio no 2º dia em Düsseldorf
(Foto: Divulgação)

Os judocas do Brasil também ficaram sem medalhas no segundo dia do Grand Prix de Düsseldorf, na Alemanha. Neste sábado, o melhor resultado foi o de Marcelo Contini, que parou nas oitavas de final na categoria até 73kg.

Ele iniciou a disputa vencendo o cubano Magdiel Estrada. Depois, bateu o egípcio Mohamed Mohyeldin por ippon. No entanto, caiu diante do georgiano Lasha Shavdatuashvili, campeão olímpico em Londres-2012, também por ippon.

Leandro Guilheiro, na categoria até 81kg, teve trajetória ainda mais curta em Düsseldorf. Venceu apenas o mongol Dagvasuren Nyamsuren, por ippon. Na luta seguinte, foi eliminado pelo egípcio Mohamed Abdelall.

No feminino, as três judocas brasileiras em ação neste sábado foram eliminadas logo na estreia. Mariana Silva (até 63kg), Ketleyn Quadros (até 63kg) e Maria Portela (até 70kg) não conseguiram avançar na chave.

Mariana levou um ippon da portuguesa Ana Cachola, enquanto Ketleyn foi superada pela espanhola Isabel Puche, da mesma forma. Maria Portela não resistiu à equatoriana Vanessa Chala.

Na sexta, o Brasil teve ao menos uma representante brigando por medalhas. Rafaela Silva disputou o bronze, sem sucesso. Acabou na quinta colocação na categoria até 57kg.

No domingo, a equipe brasileira terá mais quatro oportunidades para alcançar o pódio. Maria Suelen Altheman competirá na categoria acima de 78kg, enquanto Tiago Camilo (até 90kg), Rafael Buzacarini (até 100kg) e Rafael Silva (acima de 100kg) vão representar o tie masculino.