28°
Máx
17°
Min

Marcelo Contini e Ketleyn faturam medalhas para o judô brasileiro na Argentina

O judô brasileiro conquistou duas medalhas neste sábado no Aberto de Buenos Aires. A medalhista na Olimpíada de Pequim-2008 Ketleyn Quadros faturou a prata ao perder na decisão para a cubana Maricet Espinosa, enquanto o peso leve Marcelo Contini ficou com o bronze ao superar o italiano Andrea Regis.

Com a prata, Ketleyn conquistou uma medalha pelo segundo fim de semana consecutivo, pois no último sábado faturou o bronze do Aberto de Lima, no Peru. Na Argentina, a meio-médio venceu Cristina Perez, da Espanha, Estefania Garcia, do Equador, e Stefanie Tremblay, todas por ippon, até perder por waza-ari na decisão. O desempenho lhe renderá 60 pontos no ranking mundial.

"Hoje faltou pouco para ser campeã. De modo geral, fico feliz por subir no pódio e estar entre as melhores. Porém, não satisfeita. Venho treinando forte e com muita dedicação. Os resultados são fruto disso. A cada competição e treinamento me sinto melhor", avaliou a brasileira. "Agora é continuar treinando duro, corrigindo os erros e potencializando o que tenho de bom para ter conquistas melhores nessa corrida olímpica."

No peso leve (73kg), Marcelo Contini venceu o britânico Jan Gosiewski na estreia, mas depois perdeu para o italiano Enrico Parlati. Na repescagem, derrotou o também britânico Daniel Williams. Já na luta pelo bronze, venceu Andrea Regis, da Itália, por ippon. Na mesma categoria, Alex Pombo perdeu na estreia para o peruano Alonso Wong. Os dois brasileiros fazem disputa acirrada pela vaga olímpica.

Samuel Campos (60kg), Jonathan Freitas (60kg), Lucas Bernardo (66kg), José Basile (73kg), Nathália Brígida (48kg) e Barbara Ribeiro (63kg) não conseguiram avançar para a disputa de medalha neste sábado.

No domingo, Melina Scardua (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg), Victoria Oliveira (+78kg), Euller Pereira (90kg), Eduardo Bettoni (90kg), Rafael Buzacarini (100kg), Hugo Praxedes (+100kg) e Rafael Silva (+100kg) entram no tatame para representar o Brasil em Buenos Aires.