21°
Máx
17°
Min

Quatro judocas russos que almejam Rio-2016 são pegos com Meldonium, diz agência

Quatro judocas russos que são candidatos a vagas na Olimpíada do Rio-2016 foram flagrados em testes antidoping com a substância Meldonium, a mesma que provocou a suspensão da tenista Maria Sharapova e uma série de outros atletas do país. A informação foi divulgada pela agência de notícias russa Tass, mas ainda não foi confirmada pela Federação Internacional de Judô (ITF, na sigla em inglês) e pela entidade russa que controla esta modalidade na Rússia.

Denis Yartsev, da categoria até 73kg e atual número 6 do ranking mundial; Natalia Kondratieva (até 48kg e 26ª do ranking); e Ekaterina Valkova (até 63kg e 15ª do mundo) foram os judocas que testaram positivo para Meldonium, enquanto o nome do quarto judoca envolvido não foi revelado. Mas, segundo fontes ligadas à Tass, ele seria Mikhail Pulyaev, quarto do mundo na categoria até 66kg.

Caso sejam punidos pelo uso da substância que passou a ser considerada proibida a partir do início deste ano pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês), os judocas poderão dar adeus ao sonho de disputar a Olimpíada deste ano.

Entre os flagrados no exame antidoping segundo a agência Tass, Pulyaev acumula dois vice-campeonatos mundiais e foi campeão mundial por equipes em 2012. Já Yartsev foi medalhista de prata por equipes no Mundial de 2013, assim como faturou o ouro na Universíada de 2011.

Entre as mulheres flagradas no judô russo, Valkova foi campeã russa de sua categoria no ano passado e levou o bronze no Europeu de 2013. Já Kondratieva esteve presente na Olimpíada de 2012, em Londres, na categoria até 48kg.

Embora tenha entrado na lista de substâncias proibidas pelo Código Mundial Antidoping apenas em 1.º de janeiro, o Meldonium permanece no organismo dos atletas por muitos meses. Na Rússia, é formalmente recomendado para problemas cardíacos e era bastante utilizado por atletas de diversas modalidades.

Um levantamento extraoficial aponta que já são 26 casos de doping por Meldonium no esporte russo, em 17 modalidades. A Rússia, entretanto, não concentra todos os casos. No último fim de semana foram revelados os dopings de Andrei Rybakov, da Bielo-Rússia, duas vezes medalhista de prata na Olimpíada, e de Wrestler Lévai, da Eslováquia, prata nos Jogos Europeus do ano passado. Ambos são atletas da luta.