22°
Máx
16°
Min

Anderson Silva é derrotado por Bisping no retorno ao UFC

(Foto: Divulgação)  - Anderson Silva é derrotado por Bisping no retorno ao UFC
(Foto: Divulgação)

Anderson Silva decepcionou em seu retorno ao MMA. Após passar mais de um ano fora do octógono cumprindo suspensão por ter dado positivo em exame antidoping, o brasileiro foi derrotado pelo inglês Michael Bisping em decisão unânime dos juízes (triplo 48 a 47) no UFC Fight Night 84, em Londres. Com a derrota, ele fica para trás na busca pelo cinturão dos pesos médios, que pertence ao norte-americano Luke Rockhold.

A derrota do "Spider" na noite deste sábado na O2 Arena, em Londres, manteve jejum que vem desde 2012, quando ele nocauteou Stephan Bonnar em combate no Rio. Depois dessa vitória, ele perdeu duas vezes para Chris Weidman em 2013 - sendo que a primeira derrota, em julho, custou-lhe o cinturão nos médios. Em 2015 ele enfrentou Nick Diaz, em janeiro de 2015, venceu, mas o resultado foi transformado em "luta sem resultado" pelo UFC após exames detectarem o uso de substâncias proibidas por parte do lutador.

Neste sábado, os primeiros rounds foram fundamentais para vitória de Bisping, que foi claramente superior ao brasileiro nos dois primeiros. Após um início com bastante cautela, o inglês foi tomando conta do combate. Como de costume, o brasileiro tentou desestabilizar o adversário ao baixar a guarda, mas o experiente rival, de 36 anos, não "caiu na pilha" e quase deixou Anderson Silva em situação delicada no fim do segundo round ao levá-lo ao chão com forte golpe.

Na terceira parte, Bisping começou pressionando, mas não conseguiu nocautear "Spider", que chegou a ficar próximo do triunfo ao acertar uma "joelhada voadora" no rosto de Bisping já no soar do gongo. Ele chegou a subir nas grades para comemorar a vitória, mas o juiz Herb Dean já havia interrompido o confronto para que o britânico colocasse o protetor bucal, que havia caído.

Nos dois últimos rounds, Anderson Silva voltou a acertar bons golpes em Bisping, mas não conseguiu dar um ponto final à luta, que ficou perto de ser vencida após o brasileiro encaixar um chute frontal no rosto do inglês, que sentiu o baque naquele momento. No final, acabou prevalecendo o melhor começo e a regularidade de Michael Bisping durante o confronto.

Após a luta, o brasileiro mostrou contrariedade em relação ao resultado anunciado pelos juízes. "Quero agradecer a todos que vieram aqui assistir à luta. Obrigado a todos do meu time. Brasil, não tem como vencer, eles tiram, vocês viram. É isso, missão cumprida, às vezes, não. É que nem no Brasil, corrupção total."

O principal confronto da noite do UFC também serviu para Bisping fazer jus às provocações feitas ao "Spider" nos dias que antecederam o evento. Ambos fizeram uma encarada tensa durante a pesagem após o inglês provocar Anderson Silva em relação ao seu caso de doping.

Ainda neste sábado, o brasileiro Thales Leites foi derrotado pelo iraniano naturalizado holandês Gegard Mousasi, também pelos pesos médios. Os juízes foram unânimes em apontar Mousasi como vencedor, com um duplo 30 a 27 e um 29 a 28.