23°
Máx
12°
Min

Astro do MMA, irlandês McGregor nega aposentadoria e critica UFC

Estrela do UFC, a principal organização de artes marciais mistas do mundo, Conor McGregor se pronunciou nesta sexta-feira e negou, inclusive utilizando letras maiúsculas em seu comunicado, que esteja se aposentando do esporte, tentando explicar a publicação divulgada na direção oposta no início desta semana, quando não compareceu a um evento de promoção do seu próximo combate.

O lutador de artes marciais mistas publicou um longo texto no seu perfil na rede social Facebook nesta quinta-feira em que pede para se concentrar mais nos seus treinamentos ao invés de usar o seu tempo em eventos promocionais, considerados desgastantes por ele.

McGregor, de 27 anos, é conhecido por declarações polêmicas e agora tentou explicar a mais nova confusão em que se envolveu. "Eu não posso dançar para você neste momento", escreveu. "Tenho ficado no jogo da promoção e esquecido da arte da luta", acrescentou o irlandês em um texto de quase 650 palavras, que imediatamente atraiu a atenção e os comentários dos fãs.

"Para a USADA (a agência antidoping dos Estados Unidos), para o UFC e minhas cláusulas contratuais - EU NÃO ESTOU APOSENTADO", disse McGregor, acrescentando que "muitas distrações" levaram a erros na preparação para a sua última luta, em que foi derrotado.

McGregor vem treinando para uma revanche contra Nate Diaz no UFC 200, em julho. Ele perdeu para Diaz em março, terminando uma série de 15 vitórias, em que ele surpreendeu muitos fãs lutando na categoria dos meio-médios (até 77,6kg), 11,8kg acima do seu peso normal, o leve, onde detém o cinturão de campeão.

No início desta semana, McGregor agitou os fãs e o mundo do MMA com uma publicação na rede social Twitter dizendo que tinha decidido se aposentar jovem. Isso levou o presidente do UFC, Dana White, a responder dizendo que McGregor tinha sido retirado do UFC 200 por causa da disputa sobre aparições promocionais. O dirigente declarou que o irlandês teria se recusado a comparecer a eventos em Las Vegas.

McGregor disse agora que ele ainda está pronto para lutar no UFC 200. "Eu estou fazendo o que eu preciso para mim agora. É tempo de ser egoísta com os meus treinos mais uma vez. É a única maneira," disse. "Eu sinto que os US$ 400 milhões que gerei para a empresa em meus últimos três eventos, tudo dentro de oito meses, é o suficiente para que eu me dê essa pequena margem".