28°
Máx
17°
Min

Delegacia do consumidor investiga cambistas do UFC

(Foto: Reprodução) - Delegacia do consumidor investiga cambistas do UFC
(Foto: Reprodução)

A Delegacia do Consumidor está investigando a venda desautorizada e a preços abusivos de ingressos para o UFC 198, que acontece em Curitiba no dia 14 de maio. A ação foi divulgada depois que pessoas postaram anúncios nas redes sociais revendendo ingressos que foram comprados pelo sistema oficial.

O delegado-titular da especializada, Guilherme Rangel, afirma já houve registros de ingressos de R$ 2 mil sendo oferecidos por R$ 10 mil. “Com aplicativos e redes sociais, fica mais fácil oferecimento de produtos. Mas é importante alertar as pessoas de que isso é crime de cambismo”, avisa.

O Estatuto do Torcedor prevê, no artigo 41-F, multa e prisão que pode variar de um a dois anos, para quem “vender ingressos de evento esportivo, por preço superior ao estampado no bilhete”. O cambista também pode ser enquadrado na lei 1521/1951, de economia popular.

A orientação do delegado é que, quem tenha informações sobre a venda irregular dos ingressos para o UFC, repasse as informações e denuncie diretamente na Delegacia do Consumidor pelo email delcon@pc.pr.gov.br.

Colaboração Polícia Civil do Paraná