21°
Máx
17°
Min

Junior Cigano domina Rothwell e volta a vencer no UFC

(Foto: Divulgação)  - Junior Cigano domina Rothwell e volta a vencer no UFC
(Foto: Divulgação)

Junior Cigano voltou a lutar em alto nível neste domingo no principal evento do UFC Croácia, realizado em Zagreb. O brasileiro, ex-campeão entre os pesos pesados, dominou a luta contra o norte-americano Ben Rothwell durante os cinco rounds e conquistou a vitória por decisão unânime.

O triunfo sobre um Top 5 da categoria redime o brasileiro do nocaute sofrido para Alistair Overeem em dezembro do ano passado. Cigano demonstrou desde o início uma agilidade maior do que seu último combate. Sem dar espaço para o adversário, usou seu boxe para ir minando o fôlego do norte-americano e abrir brechas. Utilizou poderosos overhands, mas Rothwell aguentava as pancadas e resistiu até o final do combate.

"Acho que usamos a estratégia certa. Ele é um cara muito grande, então usei a movimentação para me afastar e jogar socos fortes nele, usando meu boxe. Gente, esqueçam jiu-jitsu e wrestling. Eu sou um cara do boxe", disse o vitorioso Cigano, ainda no octógono, logo após o combate.

OUTROS BRASILEIROS - Dos três brasileiros que participaram do evento, apenas Gabriel Napão não conseguiu a vitória. Faixa preta no jiu-jítsu e escalado para o card principal do UFC Croácia, o carioca teve um bom momento contra Derrick Lewis quando a luta foi ao solo, ficou nas costas do adversário e quase conseguiu finalizar.

O norte-americano, no entanto, se soltou, e os lutadores passaram algum tempo embolados até o árbitro reiniciar a ação. Quando isso aconteceu, Lewis acertou sua pesada mão direita no rival, derrubando-o ainda no primeiro round.

No card preliminar, Lucas Mineiro derrotou Rob Whiteford. O duelo foi equilibrado, com ambos os atletas jogando golpes fortes, tentando o nocaute desde o início. O escocês se movimentava mais, enquanto Mineiro adotou uma postura um pouco mais cautelosa, conseguindo abalar o rival com seus socos.

A agressividade do brasileiro aumentou um pouco na segunda parcial, mas Whiteford anulou o jogo do oponente no final do assalto, conseguindo uma boa queda. Ao final, Mineiro foi declarado o vencedor na decisão dividida dos juízes.