24°
Máx
17°
Min

McGregor vence Nate Diaz em revanche e Glover é nocauteado em 13 segundos no UFC

O irlandês Conor McGregor superou o norte-americano Nate Diaz, na noite de sábado, na luta principal do UFC 202, realizado em Las Vegas, válida pelos meio-médios da principal organização de arte marcial mistas do mundo, por decisão dos árbitros. Assim, ele se vingou do revés para o rival no combate anterior, em março.

A intensidade da luta, com constante troca de golpes, a levou a ser eleita a melhor do evento. Conor McGregor teve um início melhor, conseguiu três knockdowns nos dois primeiros rounds, mas não entrou na guarda de Diaz para buscar o nocaute, permitindo que o adversário se levantasse.

A partir do terceiro assalto, mesmo sangrando muito, Diaz melhorou na luta e chegou a encurralar McGregor. Na parte final, ambos tentaram o nocaute, mas, exaustos, não conseguiram, deixando a decisão sobre o vencedor nas mãos dos árbitros.

Os juízes, então, apontaram vitória majoritária de McGregor. Dois deles apontaram a vitória do irlandês por 48 a 47, enquanto outro árbitro avaliou o combate como um empate por 47 a 47.

"Eu não estou surpreso! O rei voltou!", disse McGregor, o dono do cinturão do penso pena do UFC. "Nate é muito resistente, é um grande competidor e tirou o melhor de mim. Se ele quiser a terceira, vamos descer para o peso leve e fazer a trilogia".

Diaz, que não concordou com a decisão dos árbitros, já pediu uma nova revanche. "Estou pronto para a terceira. Você fez um bom trabalho hoje, Conor, mas nós faremos a terceira", declarou.

OUTROS RESULTADOS - Também pelo UFC 202, o norte-americano Anthony Johnson nocauteou Glover Teixeira em luta pelos meio-pesados. O brasileiro, que vinha de três vitórias seguidas, levou um gancho de direita e acabou sendo nocauteado com apenas 13 segundos de luta.

Além de Glover, outro brasileiro lutou e foi superado no evento. Pelo card preliminar, em luta dos pesos médios, Alberto Uda perdeu por finalização, com uma guilhotina, para o italiano Marvin Vettori, com 4min30 do primeiro round.