22°
Máx
14°
Min

UFC 198 teve surpresas, finalizações impressionantes e torcida inflamada

UFC 198 teve surpresas, finalizações impressionantes e torcida inflamada

O UFC 198, realizado na Arena da Baixada, em Curitiba, era considerado por muitos como um dos principais eventos já realizados pela companhia. O card tinha lendas como Vitor Belfort e Maurício Shogun, além de lutadores em plena ascensão, como Ronaldo Jacaré e Fabrício Werdum. A expectativa por um grande UFC se concretizou com a adesão da torcida e os resultados da noite.

Com mais de 42 mil pessoas na Arena da Baixada, o público foi o terceiro maior que a companhia teve em toda a sua história. Além disso, a torcida certamente também foi uma das mais barulhentas que o UFC já viu. A todo momento se manifestava e ovacionava as lutas com trocações intensas ou finalizações impressionantes.

Mas para essa animação, é possível dizer que o card ajudou bastante. As lutas preliminares já levantaram a torcida em alguns momentos. Especialmente na luta entre o brasileiro Francisco Massaranduba e o americano Yancy Medeiros, que foi uma verdadeira batalha durante os três rounds. Não à toa, ganhou o título de luta da noite.

No card principal, uma mistura de emoções. A vitória dos curitibanos Shogun, pela contagem dos pontos, e Cris Cyborg, que nocauteou a americana Leslie Smith em sua estreia no UFC, levaram a torcida ao delírio. Já a rápida e fácil vitória de Ronaldo Jacaré em cima de Vitor Belfort por nocaute técnico surpreendeu os torcedores na Arena da Baixada que, mesmo assim, comemoraram a vitória do capixaba.

No entanto, a expectativa total estava na luta entre Fabricio Werdum e o americano Stipe Miocic. O brasileiro defendia o cinturão dos pesos-pesados pela primeira vez no UFC. Quando o gaúcho entrou na Arena com o tema de Ayrton Senna, foi ovacionado pela torcida. No entanto, com 2 minutos e 47 segundos do primeiro round, o silêncio tomou conta dos torcedores.

Foi com esse tempo de luta que o americano conseguiu finalizar Werdum com um nocaute certeiro no queixo do gaúcho, depois que o brasileiro tentou desferir uma sequência de socos, abrindo a defesa. Com a vitória, Miocic conquistou o título e ainda levou a performance da noite, assim como Ronaldo Jacaré.

Durante o evento, foi registrado apenas um problema. Quando o americano Matt Brown entrava para sua luta com Demian Maia, que terminou com a vitória do brasileiro por submissão, foi puxado por um torcedor. No entanto, a organização identificou e expulsou o responsável da Arena.

O UFC 198 ainda serviu para eternizar uma lenda da companhia. Rodrigo Minotauro Nogueira foi o primeiro lutador confirmado na classe de 2016 do Hall da Fama do UFC. A cerimônia de nomeação acontece no dia 10 de julho em Las Vegas. Minotauro vai entrar no Hall da Fama como um “Pioneiro”, ou seja, atletas profissionais que se formaram antes de 17 de novembro de 2000, quando (quando as regras unificadas foram adotadas), tem, no mínimo, 35 anos ou se aposentou há pelo menos um ano.

Por fim, o presidente do UFC no Brasil, Giovani Decker, falou sobre o evento em Curitiba e sobre a possibilidade da companhia voltar para a capital paranaense. “Acredito que é uma nova era para o MMA brasileiro. A repercussão que esse evento teve foi muito grande, só se falava disso. A gente vai sentir esse crescimento com o tempo. Quanto ao retorno, tudo envolve um planejamento estratégico, não podemos dizer uma data”, afirmou.

O próximo UFC acontece no dia 4 de junho deste ano, em Los Angeles, Califórnia. O evento marca o confronto entre Luke Rockhold, atual campeão dos meio-pesados, com Chris Weidman. O vencedor dessa luta pode ser um futuro oponente para Ronaldo Jacaré, que afirmou que irá buscar o cinturão da categoria.

Confira os resultados do card do UFC 198 e saiba os detalhes de cada luta:

CARD PRINCIPAL

CARD PRELIMINAR