22°
Máx
16°
Min

Atual campeão da MotoGP, Lorenzo trocará a Yamaha pela Ducati em 2017

Atual campeão mundial da MotoGP, Jorge Lorenzo está prestes a mudar de casa. Nesta quarta-feira, a Ducati anunciou a contratação do piloto espanhol, que chegará à equipe em 2017, após sempre correr na principal categoria de motovelocidade do mundo pela Yamaha.

Além da conquista de 2015, Lorenzo também foi campeão mundial em 2010 e 2012, sempre pela Yamaha, equipe em que estreou na MotoGP em 2008. Agora na Ducati, ele tentará repetir o feito alcançado por Valentino Rossi, Eddie Lawson, Casey Stoner e Giacomo Agostini, pilotos que foram campeões mundiais por fabricantes diferentes. Para isso, terá, inicialmente, dois anos, tempo do seu primeiro contrato com a Ducati.

Antes disso, porém, Lorenzo tem todo o restante da temporada 2016 pela frente na Yamaha e tentará defender o seu título e ampliar os seus ótimos números pela equipe, que incluem 41 vitórias e 99 pódios. Após três provas, ele ocupa a segunda posição no campeonato, com uma vitória, e voltará a correr no próximo fim de semana, quando será realizada a etapa da Espanha, no circuito de Jerez de la Frontera.

Com essa contratação de peso, a Ducati espera voltar a lutar por títulos mundiais - o último da equipe foi assegurado em 2007 por Stoner. Atualmente, a equipe conta com os italianos Andrea Dovizioso e Andrea Iannone como seus pilotos e conseguiu dois pódios em três corridas nesta temporada. A equipe não confirmou qual deles sairá para a chegada de Lorenzo.

Já a Yamaha havia confirmado anteriormente que continuará com o italiano Valentino Rossi, que recentemente renovou o seu contrato com a marca japonesa até 2018. A equipe ainda não definiu quem será o seu outro piloto a partir de 2017.