24°
Máx
17°
Min

Marc Márquez vence etapa na Alemanha e dispara na ponta após dia ruim dos rivais

(Foto: GEPA pictures/ Gold and Goose/ David Goldman) - Marc Márquez vence etapa na Alemanha e dispara na ponta
(Foto: GEPA pictures/ Gold and Goose/ David Goldman)

O espanhol Marc Márquez não poderia pedir um dia melhor neste domingo. O piloto da Honda viu a estratégia montada por sua equipe funcionar com perfeição e não só venceu a etapa da Alemanha da MotoGP, como viu seus principais rivais - Jorge Lorenzo e Valentino Rossi - ficarem para trás após exibições bem abaixo do esperado.

Com o clima imprevisível no circuito de Sachsenring, Márquez foi o primeiro dos postulantes à vitória a ir para os boxes quando a chuva que caia pela manhã cessou. A estratégia deu certo e o espanhol foi beneficiado pela troca dos pneus de sua moto, recuperando com certa tranquilidade a primeira colocação.

Depois de largar na pole e ver a estratégia da Honda funcionar com perfeição, Márquez completou a corrida em 47min03s239, quase dez segundos à frente do segundo colocado, o surpreendente britânico Cal Crutchlow. A terceira colocação ficou com o italiano Andrea Dovizioso.

Com o resultado, o líder do Mundial disparou na ponta e chegou aos 170 pontos, abrindo 48 de vantagem para o segundo colocado Jorge Lorenzo, que completou o péssimo fim de semana na Alemanha com uma 15.ª colocação. Valentino Rossi é o terceiro com 11 pontos, após terminar em oitavo neste domingo.

O início da prova em Sachsenring foi bastante confuso e Márquez não demorou para perder a ponta para Rossi. Logo depois, no entanto, Dovizioso ganhou a liderança, mas também por pouco tempo, já que Danilo Petrucci o ultrapassaria na sequência.

Quase na metade da prova, no entanto, Petrucci se desequilibrou, caiu e precisou abandonar a prova. Pouco depois, a chuva que caia na Alemanha parou e alguns pilotos apostaram na ida aos boxes para a troca de pneu. Márquez, no momento um pouco distante da liderança, foi um deles e saiu beneficiado.

Rossi, por sua vez, preferiu apostar em seguir na pista apesar do chamado de sua equipe e se deu mal. Aos poucos, as motos com pneus para chuva foram perdendo rendimento. Quando decidiram ir para os boxes, já era tarde. Márquez herdou a segunda colocação e precisou de apenas mais uma volta para assumir a liderança.

O teimoso Rossi pecou pela insistência e foi perdendo rendimento até ir parar na oitava posição. Jorge Lorenzo em nenhum momento sequer ameaçou brigar pelas primeiras colocações. Após cair duas vezes no treino de sábado e largar em 11.º, o atual campeão teve que se contentar com a 15.ª posição.

Agora, a MotoGP vai para uma pausa de cerca de um mês. A próxima etapa do Mundial está programada somente para o fim de semana do dia 14 de agosto, quando os pilotos voltam à disputa em Spielberg, na Áustria.