26°
Máx
19°
Min

Rossi abandona e Lorenzo supera Márquez no fim para vencer na Itália

Depois de brilhar no treino classificatório, o italiano Valentino Rossi teve um domingo para esquecer na etapa italiana da MotoGP, diante de sua torcida. Com problemas em sua moto, ele precisou abandonar a corrida disputada em Mugello e ainda viu os espanhóis Jorge Lorenzo e Marc Márquez cruzarem a linha de chegada na frente, ampliando ainda mais a vantagem no campeonato.

Mas, se a torcida não teve motivos para vibrar com Rossi, pôde ao menos presenciar um grande fim de prova. Lorenzo chegou a sua terceira vitória na temporada ao fazer grande ultrapassagem sobre Márquez a poucos metros da linha de chegada, surpreendendo as arquibancadas de Mugello.

Com mais este triunfo, Lorenzo aumentou a vantagem sobre Rossi, em busca do segundo título seguido na categoria - o quarto no geral. Ele chegou aos 115 pontos, contra 105 de Márquez. Rossi estacionou nos 78 pontos, na terceira colocação, agora já sofrendo a pressão do espanhol Dani Pedrosa, com 66.

A corrida deste domingo começou com Rossi na pole position e o também italiano Andrea Iannone, no terceiro posto, o que já era motivo suficiente para dar esperanças à torcida local. Para melhorar, Lorenzo, maior rival de Rossi no momento, largou somente da quinta colocação.

A situação favorável, contudo, durou pouco. Logo na largada, Lorenzo ganhou três posições e colou em Rossi. Embalado, o piloto espanhol não demorou para superar o colega da Yamaha. E sustentou a posição, apesar das ameaças do italiano, até a oitava volta, quando o piloto da casa sofreu com um problema no motor.

Sem entender o que acontecia, Rossi perdeu ritmo e decidiu abandonar a prova quando muita fumaça começou a sair do motor. Mais cedo, durante o aquecimento, a Yamaha de Lorenzo também passara por problemas, resolvidos antes da largada. Rossi não teve a mesma sorte.

A partir daí, Márquez passou a ser a maior ameaça a Lorenzo. Os dois espanhóis se revezaram na ponta, com ultrapassagens alternadas, até que o piloto da Honda assumiu a liderança na volta final. Lorenzo, então, mostrou toda sua habilidade e velocidade para superar o compatriota nos metros finais e vencer a corrida.

Para a torcida italiana, que sonhava com vitória de um representante da casa, restou o consolo do terceiro lugar de Iannone. O piloto da Ducati foi seguido de Dani Pedrosa, da Honda, e do compatriota Andrea Dovizioso, outro representante da Ducati.

O Top 10 da etapa de Mugello teve ainda o espanhol Maverick Viñales (da Suzuki Ecstar), do britânico Bradley Smith (Yamaha Tech 3), do italiano Danilo Petrucci (Pramac Ducati), do espanhol Aleix Espargaró (Suzuki Ecstar) e do italiano Michele Pirro (Ducati).

A próxima etapa da MotoGP será disputada no dia 5 de junho, em Barcelona, na Espanha.