23°
Máx
12°
Min

Viñales lidera treinos livres da etapa alemã da MotoGP

O primeiro dia de atividades da etapa da Alemanha, a nona das 18 previstas para a temporada 2016, da MotoGP terminou com o espanhol Maverick Viñales, da Suzuki, como o piloto mais rápido das sessões de treinos livres realizadas no Sachsenring, nesta sexta-feira.

Em sua segunda temporada na MotoGP, Viñales ainda não é um dos protagonistas do campeonato, mas já conseguiu subir ao pódio uma vez em 2016 e ocupa o quinto lugar na classificação. Nesta sexta, ele se aproveitou que a primeira sessão foi esvaziada por uma leve chuva e do desempenho discreto dos pilotos da Yamaha para superar os concorrentes da Honda e da Ducati, fechando a sexta-feira como o piloto mais rápido.

Após uma discreta participação no primeiro treino livre na pista alemã, Viñales melhorou o desempenho na segunda atividade e marcou o tempo de 1min22s161, o melhor da sexta-feira. Assim, superou o italiano Andrea Iannone, da Ducati, que liderou a primeira sessão, mas fechou o dia em segundo lugar, mesmo tendo melhorada a sua principal marca, com 1min22s381.

Líder do campeonato e dono de cinco vitórias consecutivas no circuito alemão, sendo as duas primeiras pela Moto2, o espanhol Marc Márquez, da Honda, fechou a sexta-feira em terceiro lugar, com o tempo de 1min22s775, seguido do britânico Cal Crutchlow, da LCR Honda, com 1min22s817.

O italiano Andrea Dovizioso, da Ducati, ficou na quinta colocação, com 1min22s930, à frente do espanhol Aleix Espargaró, da Suzuki, último piloto a registrar uma volta em menos de 1min23 nesta sexta-feira, com 1min22s953.

A relação dos dez primeiros colocados nesta sexta-feira foi completada, em ordem, pelo espanhol Hector Barberá, da Avintia Ducati, pelo italiano Danilo Petrucci e pelo britânico Scott Redding, ambos da Pramac Ducati, e pelo colombiano Yonni Hernández, da Aspar Ducati.

Já os pilotos da Yamaha tiveram uma sexta-feira decepcionante no circuito alemão. O italiano Valentino Rossi ficou em 14º lugar, duas posições à frente do espanhol Jorge Lorenzo, que sofreu uma queda no primeiro treino livre e precisou passar por uma avaliação médica que não detectou qualquer lesão grave. Entre eles ficou o também espanhol Dani Pedrosa, da Honda.

Os pilotos voltam ao Sachsenring neste sábado, quando será realizado o treino de classificação a partir das 9h10 (horário de Brasília). A largada da etapa alemã da MotoGP está agendada para as 9 horas de domingo.