22°
Máx
14°
Min

Estrela da natação, Efimova também cai no doping, diz agência russa

(Foto: Divulgação)  - Estrela da natação, Efimova também cai no doping, diz agência russa
(Foto: Divulgação)

O Meldonium atingiu mais um grande nome do esporte russo. Principal nadadora do País, Yulia Efimova, quatro vezes campeã mundial em provas do nado peito, também foi pega em exame antidoping, de acordo com a fonte da agência de notícias russa TASS. Se o doping for confirmado, ela pode ser banida do esporte, uma vez que seria reincidente.

Efimova tem só 23 anos e, em Kazan, no ano passado, ganhou o Mundial de Natação nos 100m peito. Ela também venceu os 50m e os 200m peito em Barcelona, em 2013, e a prova mais curta em Roma, em 2009. No total, tem 10 medalhas em Mundiais, sendo nove em provas individuais no estilo peito e uma no 4x100m medley. Nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, foi medalhista de bronze nos 200m.

Em maio de 2014, foi suspensa por um ano e meio após ser flagrada em exame antidoping pelo uso de um esteroide anabolizante. A russa voltou às competições em fevereiro de 2015 e desde então vem brilhando nas provas de 100m peito. Atualmente, lidera o ranking mundial nos 100m e é segunda nos 200m.

O novo resultado adverso foi revelado nesta quarta-feira pela TASS, que citou uma fonte da Federação Russa de Natação (ARSF). O Meldonium, também conhecido como Mildronato, é uma substância produzida na Letônia para melhorar fluxo sanguíneo. Comum em países do leste da Europa e que fizeram parte da União Soviética, entrou na lista de substâncias proibidas pela Agência Mundial Antidoping (Wada), em 1.º de janeiro.

Na semana passada, a Wada afirmou que já tinha 99 testes positivos neste ano para Meldonium, incluindo da tenista Maria Sharapova, que caiu no doping no Aberto da Austrália, em janeiro. Cerca de metade dos nomes já revelados são de atletas russos, incluindo atletas do vôlei, do rúgbi e da patinação em velocidade. Atletas de renome da Ucrânia, da Geórgia e até da Suécia também já estão suspensos.