23°
Máx
12°
Min

Etiene vence 50m livre no José Finkel e com novo tempo abaixo do índice

- Etiene Medeiros vence 50m livre no José Finkel

Etiene Medeiros voltou a brilhar no Troféu José Finkel, em Santos. Após quebrar o recorde sul-americano e fazer o índice para o Mundial de Natação em Piscina Curta (25 metros), na manhã desta quarta-feira, a nadadora venceu a final dos 50 metros livre nesta noite, batendo novamente abaixo do índice.

Etiene finalizou a prova com o tempo de 23s91, abaixo do índice, de 23s93, mas acima do tempo marcado pela manhã. Ela registrara 23s88, novo recorde sul-americano, superando a sua própria marca, estabelecida no Finkel de 2014, com 24s15. Além disso, fizera o sétimo melhor tempo da temporada.

"Meu objetivo agora à noite era repetir o índice. Pela manhã saiu bem melhor, mas o objetivo está alcançado e carimbei o passaporte para o Mundial. Agora é enfrentar essa realidade pra terminar bem", disse a nadadora do Sesi, garantida no Mundial que será disputado em dezembro, na cidade de Windsor, no Canadá.

Etiene obteve o índice na prova em que melhor desempenho teve nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, quando foi finalista nos 50m livre. Depois do bom resultado, a nadadora garantiu foco para disputar o Mundial no fim do ano. "Não tem essa de acabou a Olimpíada, acabou tudo. A gente tem que ter um descanso, não somos máquinas, mas a natação mundial está totalmente ativa."

Na final dos 50m livre, Alessandra Marchioro, da Unisanta, terminou a prova em segundo lugar, com o tempo de 24s39, seguida de Larissa Oliveira, do Pinheiros, com 24s54. Na versão masculina da prova, Nicholas Santos, da Unisanta, venceu com 21s41. Marcelo Chierighini, do Pinheiros, bateu em segundo, com 21s64, e Ítalo Duarte, do Minas Tênis, foi o terceiro, com 21s67.

Outro destaque da noite desta quarta foi o revezamento 4x200 metros feminino da equipe do Pinheiros. Joanna Maranhão, Manuella Lyrio, Aline Rodrigues e Larissa Oliveira estabeleceram novo recorde sul-americano, com o tempo de 7min52s71. Elas superaram a própria marca definida pela equipe do Pinheiros, em 2014.

Individualmente, Joanna Maranhão também brilhou nos 400 metros medley, com o tempo de 4min33s92, o novo recorde de campeonato. Com a marca, derrubou o tempo de 4min35s56, estabelecido pela argentina Georgina Bardach em 2004. Apesar da boa marca, Joanna não alcançou o índice, que é de 4min27s61.

Viviane Jungblut também se destacou nesta noite, ao vencer a prova dos 800 metros livre com novo recorde brasileiro. A nadadora do Grêmio Náutico União bateu na frente com a marca de 8min19s57. O recorde anterior também pertencia a ela.

Em outras provas disputadas nesta noite, Brandonn Almeida, do Corinthians, ganhou a prova dos 400 metros medley, com 4min04s85. Foi seu melhor tempo da carreira em piscina curta. E o revezamento 4x200 metros livre do Pinheiros venceu a prova com 7min03s56, contando com Leonardo de Deus, Thiago Simon, Marco Antônio Junior e Bruno Gurian.