23°
Máx
12°
Min

Kaio Márcio faz índice para ir à quarta Olimpíada nos 200m borboleta

Finalista dos Jogos de Pequim, em 2008, Kaio Marcio está perto de mais uma Olimpíada, a quarta da sua carreira. O paraibano alcançou o índice olímpico nos 200 metros borboleta nas eliminatórias do terceiro dia de disputas do Troféu Maria Lenk, evento-teste do Estádio Aquático Olímpico. Larissa Oliveira se qualificou para os 200m livre, prova que promete disputa acirrada na final, à tarde.

Kaio Marcio, do Minas Tênis Clube, é o segundo brasileiro com índice nos 200m borboleta. Ele foi o mais rápido das eliminatórias, nesta manhã, com 1min56s40, nadando abaixo da marca necessária: 1min56s97. No Torneio Open, em dezembro, na primeira seletiva da natação brasileira, o corintiano Leonardo de Deus já havia garantido o índice, com 1min56s14.

Desta vez, Leonardo de Deus fez só o quinto tempo das eliminatórias. Vinicius Lanza, do Minas, prata nos 100m borboleta no Mundial Júnior do ano passado, também se aproximou do índice, ficando a 0s21. O mesmo vale para Luiz Altamir Melo, do Flamengo, que terminou a 0s27 da marca necessárias.

ELAS - A concorrência também é fortíssima nos 200m livre. Larissa Oliveira foi a mais rápida da manhã, com 1min58s52. Baixou em 0s01 seu recorde pessoal e alcançou o índice para os Jogos Olímpicos, que é 1min58s96. Juntou-se a Manuella Lyrio, também do Pinheiros, que havia feito 1min58s43 no Open.

Manu se poupou demais nas eliminatórias deste domingo e ficou inclusive fora da final A. O mesmo fez Joanna Maranhão, que também vai ter que nadar a final B, realizada minutos depois da final principal. Além das duas, também Jéssica Cavalheiro (1min59s43 nas eliminatórias) e Gabrielle Roncatto (2min00s06), Rafaela Raurich (2min00s60) e Maria Paula Heitmann (2min00s67) brigam pelo índice e, principalmente, por compor o revezamento 4x200m livre.

Joanna Maranhão também nada a final dos 200m medley, para a qual ele já tem índice. Nas eliminatórias, se poupou e, mesmo assim, venceu com boa folga sobre as demais brasileiras. Essa prova dificilmente terá outros índices.