22°
Máx
16°
Min

Lochte fica fora dos 200m livre, mas tem vaga no revezamento dos EUA no Rio-2016

(Foto: Divulgação)  - Lochte fica fora dos 200m livre, mas tem vaga no revezamento dos EUA n
(Foto: Divulgação)

As coisas não estão nada boas para o norte-americano Ryan Lochte, dono de 11 medalhas olímpicas, nas seletivas da natação dos Estados Unidos para os Jogos do Rio-2016, em agosto. Nesta terça-feira, dois dias depois de ficar sem uma vaga nos 400 metros medley, em que é o atual detentor da medalha de ouro, o nadador teve destino parecido na prova dos 200 metros livre ao terminar a final em Omaha, no estado do Nebraska, apenas na quarta colocação.

Com o tempo de 1min46s62, Ryan Lochte sentiu novamente dores na virilha, que o atrapalham nesta seletiva norte-americana, e viu as duas vagas desta prova ficarem com Towley Hass, de apenas 19 anos, que fez 1min45s66), e Conor Dwyner, com a marca de 1min45s67. O consolo é que a quarta posição o garantiu no revezamento 4x200 metros livre na Olimpíada.

Mas não é apenas Ryan Lochte que está se dando mal nas seletivas. Nesta quarta-feira, Missy Franklin e Matt Grevers, os campeões olímpicos em Londres-2012 dos 100 metros costas, não conseguiram se classificar para esta prova no Rio-2016.

Um dos principais nomes da natação feminina mundial, Missy Frankin foi apenas a sétima colocada na final com o tempo de 1min00s24. Olivia Smoliga, de 21 anos, foi a campeã com 59s02. Kathleen Baker chegou em segundo (59s29) e ficou com a segunda vaga olímpica. No masculino, Matt Grevers perdeu a chance por muito pouco, chegando em terceiro (52s76). Ryan Murphy e David Plummer bateram quase ao mesmo tempo (52s26 e 52s28) e se classificaram.

Já nas semifinais dos 200 metros borboleta, Michael Phelps passou em segundo e segue firme em busca da sua quinta participação em Jogos Olímpicos. O astro venceu com sobra a sua bateria da semifinal com o tempo de 1min55s17 e segue como favorito para a vaga olímpica na final desta quarta-feira.