21°
Máx
17°
Min

Michael Phelps garante vaga nos 200m borboleta e participará de sua 5ª Olimpíada

O maior medalhista olímpico de todos os tempos está garantido em sua quinta Olimpíada na carreira. Nesta quarta-feira, já no quarto dia da seletiva norte-americana de natação para os Jogos do Rio-2016, Michael Phelps carimbou o seu passaporte ao vencer a final da prova dos 200 metros borboleta em um ginásio lotado com 15 pessoas em Omaha, no estado do Nebraska.

Dono de 22 medalhas olímpicas, sendo 18 de ouro, Michael Phelps venceu a disputa com o tempo de 1min54s84. É apenas o sexto melhor do mundo em 2016, atrás de rivais como o húngaro Laszlo Cseh (1min52s91) e o sul-africano Chad Le Clos (1min54s42), mas o que importa é a vaga na Olimpíada. Ainda na piscina, o norte-americano comemorou mostrando o número 5 com uma das mãos. A outra vaga olímpica dos Estados Unidos nos 200 metros borboleta ficou com Tom Shields, que fez 1min55s81.

"Conseguir a vaga no time é a coisa mais importante esta noite. Estou há muito tempo no esporte e poder terminar da maneira que eu gostaria é o mais importante para mim. Entrar no time era o que eu queria fazer", disse Phelps após a prova. Nos 200 metros borboleta, o Brasil terá dois representantes: Kaio Márcio e Leonardo de Deus.

O nadador norte-americano, aniversariante nesta quinta-feira (31 anos), já anunciou que encerrará definitivamente a sua carreira ao fim dos Jogos do Rio. Ele havia se aposentado em 2012, depois da Olimpíada de Londres, mas retomou a carreira em 2014, após um período complicado em que se envolveu em problemas com jogos e álcool. Ainda nesta semana, tentará se classificar nos 100 metros borboleta e nos 200 metros medley, provas em que é o atual tricampeão olímpico.

OUTRAS PROVAS - Após conquistar uma vaga olímpica nos 400 metros livres, a estrela norte-americana Katie Ledecky, de apenas 19 anos, garantiu nesta quarta-feira um lugar em outra prova no Rio-2016: nos 200 metros livres. Ela marcou 1min54s88, contra 1min56s18 de Missy Franklin, que também irá aos Jogos Olímpicos. Ledecky ainda busca vaga nos 50 metros, 100 metros e 800 metros livres.