20°
Máx
14°
Min

Ágatha/Bárbara Seixas bate favoritas Walsh e Ross e vai à final do vôlei de praia

(Foto: Saulo Cruz/Exemplus/COB) - Ágatha e Bárbara batem favoritas e vão à final do vôlei de praia
(Foto: Saulo Cruz/Exemplus/COB)

Estreantes em Jogos Olímpicos, as brasileiras Ágatha e Bárbara Seixas entraram para a história do vôlei de praia ao conquistarem uma vaga na final dos Jogos Rio-2016 com uma vitória sobre a veterana norte-americana Kerri Walsh, jogadora mais vitoriosa da modalidade na atualidade. As duas venceram Walsh e sua parceira April Ross, favoritas ao título, por 2 sets a 0 - com parciais de 22/20 e 21/18, em 48 minutos de jogo. A partida quebrou a invencibilidade da lenda norte-americana em Olimpíadas.

O primeiro set começou equilibrado, mas a partir do quarto ponto o Brasil passou à frente e chegou a abrir três pontos de vantagem (7 a 4). Walsh foi alvo do saque das brasileiras, que marcaram três aces em erros de recepção da jogadora. A disputa seguiu acirrada ponto a ponto sem que nenhum dos times ampliasse a vantagem. O Brasil chegou ao primeiro set point em uma largadinha de Bárbara. Novamente as norte-americanas se recuperaram. O set point veio em mais um ace, de Bárbara Seixas.

O Brasil iniciou bem o segundo set, mantendo a estratégia de forçar o saque em Walsh. Com dois bloqueios seguidos de Ágatha em cima da norte-americana, a dupla abriu 6 a 2. As brasileiras seguraram a pressão das rivais com muito apoio da torcida, que lotou a arena apesar do horário - o jogo começou depois da meia-noite - e vaiou as adversárias a cada saque. Walsh e Ross esboçaram alguma reação, mas as brasileiras mantiveram o sangue frio e fecharam o jogo em 21/18.

Agora, a dupla campeã mundial de 2015 vai enfrentar Laura Ludwig e Kira Walkenhorst pelo ouro, nesta quarta-feira, às 23h59. As alemãs derrotaram as brasileiras Larissa e Talita nas semifinais por 2 sets a 0 e já tem pontos para vencer o Circuito Mundial de 2016. Ágatha e Bárbara Seixas estão juntas desde o final de 2011 e chegaram à semifinal com campanha de quatro vitórias e uma derrota.

Kerri Walsh já participou de cinco Olimpíadas - uma delas jogando na quadra - e é tricampeã olímpica no vôlei de praia. O ouro foi conquistado ao lado da ex-parceira Misty May-Treanor em Atenas-2004, Pequim-2008 e Londres-2012. Com a aposentadoria de May-Treanor, ela se uniu a Ross, que também tem uma medalha: a prata em Londres ao lado de Jennifer Kessy. Foi a dupla Ross/Kessy, aliás, quem derrotou nas semifinais Larissa, na época jogando com Juliana. As brasileiras levaram o bronze para casa.

Mais que uma jogadora, Walsh é considerada uma estrela do esporte nos Estados Unidos. Aos 38 anos, ela continua sendo o terror das adversárias. No caso do Brasil, ela foi a carrasca de Adriana Behar e Shelda na final de Atenas-2004. Com o resultado desta terça-feira, Walsh perdeu a invencibilidade em Olimpíadas. A marca até aqui era impressionante: 26 vitórias em 26 jogos.