22°
Máx
17°
Min

Ainda sem saber se irá ao Rio-2016, Rogerinho cai 5 posições no ranking da ATP

Ainda sem saber se poderá representar o Brasil como um dos tenistas do País nos Jogos Olímpicos do Rio, Rogério Dutra Silva caiu cinco posições no ranking da ATP, atualizado nesta segunda-feira. Ele desceu da 84ª para a 89ª posição no mesmo dia de sua estreia em Wimbledon contra o espanhol Nicolás Almagro, depois de ter usado a semana passada apenas como preparação para o Grand Slam realizado em Londres.

Rogerinho é o atual tenista número 2 do Brasil, sendo que Thomaz Bellucci, o líder entre os jogadores da nação, se manteve na mesma 62ª colocação que já ocupava na semana passada. Até agora, apenas Bellucci, em simples masculino, além de Marcelo Melo e Bruno Soares nas duplas masculinas, e Teliana Pereira, em simples femininos, estão com vagas garantidas na Olimpíada.

O Brasil também inscreveu para o Rio-2016 outros três tenistas, entre eles Rogerinho, mas aguarda uma definição da Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês), lembrando que o País tem direito a, pelo menos, uma vaga em cada chave do torneio olímpico de tênis. No próximo dia 30, a ITF anunciará a lista provisória de inscritos para as chaves de simples e duplas dos Jogos Olímpicos.

Sem nenhum grande nome atuando na semana passada, o ranking da ATP não trouxe nenhuma alteração de posições em seu Top 20. A primeira mudança mais relevante envolveu o uruguaio Pablo Cuevas, que saltou do 25º para a 24º lugar após ser vice-campeão do Torneio de Nottingham, onde disputou a primeira final de uma competição da ATP realizada em piso de grama em sua carreira. Assim, ele ultrapassou o sul-africano Kevin Anderson, agora 25º colocado.

Campeão em Nottingham, o norte-americano Steve Jonhson teve ascensão expressiva no ranking e saltou nove postos, entrando no Top 30 ao assumir o 29º lugar na listagem que segue com o sérvio Novak Djokovic disparado na liderança, com 16.950 pontos. Segundo colocado, o britânico Andy Murray tem 8.915 e também ostenta boa vantagem sobre o suíço Roger Federer, terceiro com 6.425.

Já no ranking de duplas, Marcelo Melo se manteve na oitava posição após ter sido vice-campeão em Nottingham ao lado do croata Ivan Dodig. Ele seguiu logo à frente do seu compatriota Bruno Soares, nono colocado, depois de ter disputado no último sábado a sua primeira final no ano. O britânico Jamie Murray permaneceu no topo deste ranking.

Confira o ranking atualizado da ATP:

1) Novak Djokovic (SER), 16.950 pontos

2) Andy Murray (GBR), 8.915

3) Roger Federer (SUI), 6.425

4) Rafael Nadal (ESP), 5.335

5) Stan Wawrinka (SUI), 5.035

6) Kei Nishikori (JAP), 4.155

7) Milos Raonic (CAN), 3.175

8) Dominic Thiem (AUT), 3.175

9) Tomas Berdych (RCH), 2.950

10) Richard Gasquet (FRA), 2.905

11) David Goffin (BEL), 2.780

12) Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 2.725

13) Marin Cilic (CRO), 2.695

14) David Ferrer (ESP), 2.605

15) Roberto Bautista (ESP), 2.150

16) Gael Monfils (FRA), 2.110

17) John Isner (EUA), 2.055

18) Nick Kyrgios (AUS), 1.855

19) Bernard Tomic (AUS), 1.760

20) Gilles Simon (FRA), 1.720

62) Thomaz Bellucci (BRA), 790

89) Rogério Dutra Silva (BRA), 654

126) Thiago Monteiro (BRA), 481

183) João Souza (BRA), 295

195) Guilherme Clezar (BRA), 274

199) André Ghem (BRA), 266