22°
Máx
16°
Min

Animação e continência marcam boas-vindas ao Brasil na Vila Olímpica

(Foto: Beth Santos/ PCRJ) - Animação e continência marcam boas-vindas ao Brasil na Vila Olímpica
(Foto: Beth Santos/ PCRJ)

A cerimônia de recepção deste domingo oficializou as boas-vindas aos brasileiros na Vila Olímpica. Com a presença do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), de diretores do Comitê Rio-2016 e do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e cerca de 70 membros da delegação brasileira, a festa teve um "pot-pourri" de músicas nacionais, dança e animação.

Entre os 50 atletas de cinco modalidades - handebol, ginástica artística, hóquei sobre grama, saltos ornamentais e canoagem slalom -, Bruno Mendonça chamou a atenção. O militar-atleta do hóquei sobre grama, como fez questão de enfatizar, prestou continência durante o hino nacional, gesto que criou polêmica durante os Jogos Pan-Americanos de Toronto.

"Para a gente, a continência é um momento de respeito à bandeira e aos nossos colegas de profissão, e também com todos os atletas e o desporto em si", afirmou. E o Terceiro-Sargento da Força Aérea Brasileira completou: "É como uma saudação nossa, como um 'olá, tudo bem? Estamos aqui e gostaríamos de saudá-los'".

A recepção, que contou com alguns elementos diferentes dos eventos organizados para os outros países, também teve hino à capela e cantoria de "eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor", atitudes marcantes durante a Copa do Mundo no Brasil, em 2014. A prefeita da Vila, Janeth Arcain, fez toda a parte cerimonial em português.

As mascotes Ginga, do Time Brasil, e Vinícius também entraram na roda de dança e festejaram junto com os atletas brasileiros. O clima de descontração quebrou um pouco a tensão dos esportistas na véspera da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos. "É mais uma maneira de você relaxar, sair do clima de treinamento, acabou divertindo bastante a gente", contou Ana Sátila, esperança de medalha da canoagem slalom.