24°
Máx
17°
Min

Ao lado de atletas, Temer diz que Rio-2016 é o 'grande momento para o Brasil'

Temer diz que Rio-2016 é o 'grande momento para o Brasil' (Foto: Beto Barata/PR) - Temer diz que Rio-2016 é o 'grande momento para o Brasil'
Temer diz que Rio-2016 é o 'grande momento para o Brasil' (Foto: Beto Barata/PR)

Sem citar o caráter ainda interino de seu governo e nem o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, o presidente em exercício, Michel Temer, recebeu nesta quarta-feira parte da delegação de atletas do Brasil que participará dos Jogos Olímpicos do Rio, em agosto. Durante o encontro, ele aproveitou para destacar que a democracia no Brasil está instalada e que o País precisa mostrar ao mundo que vive um ambiente de tranquilidade. "Estaremos revelando o Brasil ao mundo, onde a democracia é estável e as coisas estão funcionando muito bem", disse, durante cerimônia no Palácio do Planalto.

Caberá a Temer como presidente em exercício ser o chefe da nação durante a abertura dos Jogos, no dia 5 de agosto. A presidente afastada já foi convidada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), mas ainda não definiu se comparecerá a cerimônia.

Temer destacou que os atletas serão "embaixadores do Brasil" e que as Olimpíadas são um "momento de confraternização universal". "Nós, do governo brasileiro, entendemos essa fase de confraternização nacional e vamos para uma fase de confraternização universal", afirmou. "Além do empenho, vamos pedir esforço e concentração absoluta, porque para nós esse é o grande momento do Brasil", disse o presidente, acrescentando que 5 bilhões de pessoas assistirão os Jogos. "Esse é o grande momento para o Brasil".

O presidente em exercício disse ainda que, apesar do espírito de que o importante é competir dentro do conceito histórico do esporte olímpico, "para nós é importante competir e também ganhar".

Ao dizer que tem a certeza de que os atletas terão muito sucesso, Temer ressaltou que, independentemente do desempenho apresentado com a conquista ou não de medalhas, todos darão orgulho para o Brasil. Em sua saudação final de boas-vindas, o presidente voltou a destacar o caráter democrático do País. "Sejam bem-vindos ao mundo democrático que estará no Brasil durante os Jogos", finalizou.

PICCIANI - Antes da fala de Temer, o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, também fez um discurso e afirmou que o Brasil "se preparou como nunca para esse ciclo olímpico". "Foi o maior investimento já feito pelo governo federal e pelo Ministério do Esporte", afirmou, sem citar números.

Picciani destacou ainda que a delegação brasileira contará com recorde de representatividade em sua história olímpica, com mais de 460 atletas no Jogos do Rio. "É um número bastante superior à delegação que tinha 270 atletas em Londres, em 2012", disse. "Esperamos que, nos próximos ciclos olímpicos, possamos investir ainda mais."

Participaram de cerimônia desta quarta-feira cerca de 60 atletas de modalidades como judô, nado sincronizado e basquete feminino. Na cerimônia, a atleta do nado Lara Teixeira fez uma saudação inicial e a judoca campeã olímpica, Sara Menezes, entregou um agasalho do Brasil a Temer.