21°
Máx
17°
Min

Após atraso em 2015, governo promete pagar Bolsa Atleta antes da Olimpíada

Se em 2015 o governo postergou a divulgação da lista de contemplados do Bolsa Atleta até 5 de agosto, no ano olímpico o Ministério do Esporte resolveu antecipar todo o processo. O Diário Oficial da União (DOU) traz a abertura da edital nesta quarta-feira, com as inscrições começando na quinta. O cronograma prevê a publicação da lista final entre 7 e 10 de junho.

Como o edital aberto agora é referente aos resultados esportivos de 2015, todas as 12 parcelas da bolsa devem ser pagas até dezembro, ainda que nos últimos dois anos o governo tenha atrasado a quitação. Da mesma forma, entretanto, é usual que o governo pague duas ou três parcelas de uma só vez.

Na prática, isso poderá significar um incentivo financeiro para os atletas que disputarão os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. A competição começa em 5 de agosto, com partidas de futebol já no dia 3. A divulgação da lista de contemplados com dois meses de antecedência (em comparação ao ano passado) também deverá oferecer a segurança de mais um ano de apoio governamental aos atletas.

As inscrições, que começam nesta quinta-feira, seguem até o próximo dia 7 de abril. Desta forma, a bolsa nas categorias olímpica e paralímpica continuam sendo concedidas aos atletas que participaram dos Jogos de Londres, em 2012.

Têm direito à bolsa os atletas que ficaram nas três primeiras colocações em competições de nível nacional (R$ 925), sul-americano, pan-americano ou mundial (R$ 1.850). O ministério e as respectivas confederações, entretanto, não levam isso à risca. No tênis, por exemplo, o evento de nível mundial masculino adulto é o Challenger de Santiago, no Chile, que teve Rogério Dutra Silva como campeão.