27°
Máx
13°
Min

Após encontro com COI, ministro da Saúde reitera compromisso com o Rio-2016

(Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil) - Após encontro com COI, ministro da Saúde reitera compromisso com o Rio-2016
(Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil)

Depois de ter participado na última terça-feira de um encontro com representantes do Comitê Olímpico Internacional (COI), em Lausanne, na Suíça, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, reafirmou o compromisso que o governo brasileiro tem com a organização dos Jogos Olímpicos do Rio, marcados para agosto, para implementar medidas que visam combater a ocorrência de doenças, principalmente o zika vírus, cuja número de casos vem aumentando no País desde o ano passado.

Barros se encontrou com o diretor-geral do COI, Christophe de Kepper, e com o diretor médico da máxima entidade olímpica, Richard Budgett, nesta semana em que participa da 69° Assembleia Mundial da Saúde, realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) na Suíça.

"Assim como fiz na Assembleia Mundial da Saúde e em reunião com a diretora-geral da OMS, Margaret Chan, tranquilizei todos os atletas, a família olímpica e os turistas que vão se dirigir ao Rio de Janeiro. Demonstramos todas as medidas que estão sendo tomadas pelo governo brasileiro e discutimos se há necessidade de alguma outra ação", destacou Barros, por meio de declarações reproduzidas nesta quarta-feira pelo governo brasileiro, após visitar a sede do COI.

O ministro assegurou que as ações promovidas para combater o zika vírus estão tendo resultado positivo, depois de ter se reunido no último dia 19, no Rio, com o governador em exercício do Estado, Francisco Dornelles, e com o prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes.

"Temos um compromisso de mantê-los informados (os representantes do COI) de todas as ações, mas percebemos que estão satisfeitos com as medidas que o Brasil está adotando, além de acompanhar, com atenção, o desenrolar desse processo", afirmou Barros, que ainda lembrou que o governo contratou 3.500 pessoas, entre elas agentes externos que lutarão para eliminar focos da dengue, instruir as pessoas e visitar toda a região do entorno das áreas onde serão realizados os Jogos do Rio.

Christophe de Kepper, por sua vez, afirmou após o encontro com Barroso que o COI está "plenamente confiante de que as medidas tomadas pelo Brasil vão fornecer condições seguras para aqueles ansiosos por vivenciar ótimos Jogos em algumas semanas". "A saúde e a segurança dos atletas e de todas as pessoas que irão aos Jogos são de absoluta importância para o COI", completou o diretor-geral.