22°
Máx
17°
Min

Após escândalo, dois patrocinadores de Lochte dizem 'monitorar a situação'

(Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil) - Patrocinadores de Lochte dizem 'monitorar a situação'
(Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil)


Dois dos maiores patrocinadores do nadador Ryan Lochte afirmam estar "monitorando a situação" que envolve o esportista após o falso relato de um caso de assalto a ele e outros atletas dos Estados Unidos no Rio, durante a realização dos Jogos Olímpicos.

A fornecedora de material esportivo Speedo tem o medalhista como um dos grandes astros nos Estados Unidos e a japonesa Airweave usa Lochte como embaixador da marca para o mercado norte-americano. A Airweave diz que não tolera "comportamentos ilegais".

“A Speedo é patrocinadora de Ryan Lochte dos Estados Unidos e está acompanhando a situação”, informou a empresa ao Broadcast através de uma nota. A companhia não informou se o episódio envolvendo o atleta após a participação nos Jogos do Rio afetará a relação comercial entre a empresa e o esportista. Segundo a fabricante de material esportivo, a companhia “tem como política não comentar investigações legais em curso”.

Mais uma importante patrocinadora é a fabricante de colchões japonesa Airweave. Em nota, o presidente executivo da companhia, Motokuni Takaoka, informou que a empresa "não tolera comportamentos ilegais e continuará a acompanhar de perto a investigação".

“Eu respeito o desempenho atlético de Ryan e, enquanto ele continuar a ser um atleta respeitável, ele continuará a ser nosso embaixador para os Estados Unidos”, disse o presidente da empresa na nota enviada ao Broadcast.

Outra patrocinadora do atleta é a grife Polo Ralph Lauren. Procurada, a empresa ainda não se pronunciou sobre o caso.