21°
Máx
17°
Min

Após novo cancelamento, organização do remo prevê dia extra de competição no Rio

(Foto: Washington Alves/Exemplus/COB) - Após novo cancelamento, remo prevê dia extra de competição
(Foto: Washington Alves/Exemplus/COB)


As provas do remo nos Jogos do Rio tiveram de ser canceladas novamente. Nesta quarta-feira, o forte vento e a chuva sobre a Lagoa Rodrigo de Freitas levaram a organização a desmarcar a competição justamente no dia das primeiras finais. No domingo, houve o mesmo problema. A federação internacional da modalidade prevê dificuldades com o tempo e reconhece a possibilidade de esticar o calendário ou até adaptar a programação dos atletas.

Comumente, cada remador disputa somente uma prova por dia, pela manhã. Mas os contratempos no Rio fazem a organização cogitar provas extras à tarde. "Já fizemos até um plano C ou D. Nem me lembro em qual plano estamos agora. É possível usarmos a tarde de sábado. Temos até o domingo reservado como dia extra. Fazer os atletas competirem duas vezes no mesmo dia seria um plano E", afirmou o diretor executivo da federação internacional, Matt Smith.

A programação inicial do remo nos Jogos do Rio previa o início da disputa por medalhas em algumas categorias nesta quarta e o fim das atividades no sábado. Porém, com o segundo dia de cancelamentos na agenda, fora a possibilidade de ampliar o período das provas, o dirigente admite a chance de encurtar o percurso. "Está no nosso regulamento essa opção", disse.

Smith citou que em Atenas, em campeonato que serviu de teste para os Jogos de 2004, a intensa ondulação da água na metade final do percurso de 2km forçou a redução da prova para somente 1 km. A organização disse monitorar a previsão do tempo e afirmou que as condições do vento devem melhorar nos próximos dias.

O cancelamento faz com que os torcedores que compraram ingressos sejam reembolsados. O primeiro dia de disputa por medalhas teria as decisões nas categorias skiff quádruplo masculino e feminino, mais baterias eliminatórias e repescagem. As duas duplas que representam o Brasil no esporte já não têm mais chances de medalha.