22°
Máx
16°
Min

Atleta de Cruzmaltina treina forte para Jogos Paralímpicos

Edevaldo também trabalha como bibliotecário (Foto: Divulgação) - Atleta de Cruzmaltina treina forte para Jogos Paralímpicos
Edevaldo também trabalha como bibliotecário (Foto: Divulgação)

De Cruzmaltina, no Vale do Ivaí, o atleta Edevaldo Pereira da Silva está treinando em ritmo acelerado. Ele faz parte da delegação brasileira de atletismo que irá participar dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, entre os dias 7 e 18 de setembro.

Além de atleta, Silva é bibliotecário de um colégio da cidade. Para se dedicar exclusivamente aos treinamentos, ele recebeu da Secretaria de Estado da Educação o direito ao afastamento de suas atividades. O pedido foi feito pelo presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Andrew Parsons.

Silva treina em Londrina, no norte do Paraná, em dois períodos sob a orientação do técnico Cleverson Oliveira da Silva. Na parte da manhã, os treinos são dedicados à preparação física, com exercícios de coordenação motora, alongamento e musculação. No período da tarde, as atividades se voltam à parte técnica da modalidade.

O paranaense treinará até o dia 20 deste mês de agosto e, no dia 21, vai se apresentar à seleção para os últimos preparativos. Silva participará das competições de lançamento de dardo na categoria F44 - para amputação simples. “Com a liberação tenho mais tempo para treinar e, com certeza, vou chegar com um nível físico e técnico maior para competir e isso aumenta a motivação e a expectativa por medalhas”, comemorou.

Os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro devem reunir cerca de 4 mil atletas de mais de 170 países, que vão competir em 23 modalidades. A delegação brasileira será composta por 278 atletas em 22 modalidades. O atletismo brasileiro estreia nos jogos no dia 8 de setembro.

Superação

Edevaldo sempre praticou atividades esportivas, mas teve que interromper a que mais gostava, o futebol, devido a uma displasia na perna direita e problema de má formação. Foi no próprio esporte que o paratleta buscou forças para superar as dificuldades diárias. “O esporte é tudo para mim”, declarou. Ele já participou de outras competições internacionais, colecionando vitórias em diferentes modalidades. 

No ano passado, por exemplo, conquistou três medalhas de ouro no Open Internacional de Atletismo da Argentina. Na competição, que reuniu paratletas de vários países, Silva lançou o dardo, garantindo o primeiro lugar na categoria. Na mesma competição, o paranaense foi campeão no lançamento de disco e arremesso de peso. O paratleta também participou do Open Internacional de Atletismo do Brasil nas edições de 2014, 2015 e 2016.

Colaboração Agência Estadual de Notícias