23°
Máx
12°
Min

Bach afirma que comentário de Paes sobre pedidos do COI é 'ridículo'

(Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil) - Bach afirma que comentário de Paes sobre pedidos do COI é 'ridículo'
(Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil)


O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, classificou de "ridículo" o comentário do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB) de que o Brasil não vai "ficar pagando caviar" durante os Jogos Olímpicos, em uma referência às exigências dos membros do COI que estão no País para o evento que terá a sua cerimônia de abertura nesta sexta-feira.

Em resposta à preocupação de um eventual déficit após os Jogos, Paes disse à Rádio Estadão que houve um esforço para organizar o evento sem grandes gastos públicos. "Na nossa realidade, não dá para o Brasil ficar pagando conta de caviar para os outros", disse o prefeito nesta quinta-feira, ao comentar pedidos dos membros da organização nos alojamentos e na logística. "Estamos fazendo de tudo para economizar."

Bach, horas depois, respondeu aos comentários. "Às vezes, o prefeito fala coisas que ele depois diz que acha que são piadas", declarou o alemão. "Isso é ridículo e ele sabe disso que não tem essa exigência", completou o dirigente.

Nos últimos dias, membros do COI tem criticado abertamente os organizadores brasileiros, alertando que obras estão atrasadas e que a crise ameaça até mesmo a situação dos atletas na Olimpíada.