22°
Máx
16°
Min

Bernardinho enaltece saque e vibração de Lipe após classificação à final

(Foto: Rio 2016) - Bernardinho enaltece saque e vibração de Lipe
(Foto: Rio 2016)

Depois da vitória surpreendentemente fácil sobre a Rússia, na noite desta sexta-feira, por 3 sets a 0 (25/21, 25/20 e 25/17), o técnico Bernardinho elegeu um dos principais responsáveis pela recuperação da seleção brasileira de vôlei na Olimpíada do Rio: o ponteiro Lipe.

Ao lado de Lucarelli, Lipe havia sofrido uma pequena contusão no triunfo sobre a Argentina. O ponteiro, porém, se recuperou em tempo e teve boa atuação na vitória sobre a Rússia. Assim, a seleção brasileira que teve dificuldades na primeira fase, avançando apenas após uma dramática vitória contra a França na última partida da chave, garantiu-se à quarta decisão olímpica consecutiva.

E, na avaliação do treinador, o saque e a vibração de Lipe foram determinantes à recuperação brasileira. "Ele é um jogador com muita atitude e vibração. Então, traz a torcida junto. Mas, tecnicamente, ele também vai bem. Seu saque põe pressão na recepção adversária. É importante ter mais uma arma no serviço, e o Lipe é uma delas", elogiou Bernardinho.

Sobre a decisão com a Itália, que superou os Estados Unidos na semifinal, o levantador Bruninho pediu cuidado com o saque adversário. E ponderou que, para levar o título, a seleção precisará de uma atuação melhor do que na primeira fase, quando as duas equipes se enfrentaram e a italiana venceu por 3 a 1.

"Temos que resistir à pressão do saque deles, que é sempre muito forte, e tentar ser mais agressivos com o nosso, sem cometer tantos erros como no jogo da primeira fase. Eles estão jogando um grande voleibol e merecem estar na final", avaliou o levantador, comentando também sobre o feito da seleção brasileira de disputar quatro finais olímpicas consecutivas. "Não me lembro de outro país que tenha conseguido isso. É algo grandioso. A seleção brasileira fez história."