22°
Máx
17°
Min

Bolt se poupa e avança com quarto melhor tempo nos 100 metros

- Bolt se poupa e avança com quarto melhor tempo nos 100 metros

O primeiro passo do jamaicano Usain Bolt em direção ao tricampeonato olímpico nos 100 metros rasos foi dado neste sábado. Na fase classificatória, o astro cravou 10s07 e avançou com a quarta melhor marca para a semifinal dos Jogos Olímpicos. Mas ele não venceu o duelo particular com Justin Gatlin, dos Estados Unidos. Ainda assim, superou a desconfiança sobre sua condição física tranquilamente e voltará a correr neste domingo, às 21 horas.

Recebido com empolgação pelo público, Bolt entrou fazendo sinal para a torcida. Na raia 6, fez ajustes no bloco de saída e manteve a concentração até largar em disparada. Passou as mãos na cabeça e no rosto, só então abriu um sorriso. "Bolt, Bolt, Bolt", gritavam os torcedores. Após pedir silêncio, abaixou-se para a largada e fez o sinal da cruz. Não teve dificuldade, ficou nítido que se poupou no fim, chegou até a olhar para o lado na hora de cruzar a linha de chegada.

O norte-americano Justin Gatlin foi o primeiro astro da prova mais nobre do atletismo a se apresentar e sobrou diante dos rivais, garantindo-se na semifinal com o tempo 10s01, o melhor tempo da fase preliminar. Yohan Blake, da Jamaica, não fez um bom tempo (10s11), mas foi o suficiente para conseguir a liderança de sua bateria. Após a prova, abaixou-se na pista e rezou.

Já o francês Jimmy Vicaut, que chegou a deter o melhor tempo da temporada e tinha a 3ª melhor marca do ano, decepcionou e acabou avançando apenas com 10s19 depois de terminar em 4º lugar em sua vez. As surpresas ficaram por conta de Ben Youssef Meité, da Costa do Marfim, com 10s03, e de Andre de Grasse, do Canadá, com 10s04, que avançaram em segundo e terceiro, respectivamente.

O jamaicano Nickel Ashmeade ficou com a segunda vaga direta da sua bateria (10s13), atrás do chinês Zhenye Xie (10s08). E a Jamaica, celeiro de velocistas, tem mais um representante nas semifinais. Naturalizado pelo Bahrein, Kemerley Brown também avançou para a próxima fase ao registrar 10s13 no cronômetro.

Detentor de seis medalhas olímpicas de ouro, Bolt não chegou à Olimpíada como o homem mais rápido da temporada e sua condição física preocupava. No papel, via os norte-americanos Justin Gatlin e Trayvon Bromell e o francês Jimmy Vicaut à frente. Sua preparação para os Jogos Olímpicos foi atrapalhada por uma contusão na coxa esquerda sofrida na seletiva jamaicana de atletismo, mas isso parece ter ficado no passado.