21°
Máx
17°
Min

Britânico assume liderança do golfe no Rio-2016 e Adilson da Silva cai para 42º

(Foto: Rio 2016) - Britânico assume liderança do golfe no Rio-2016
(Foto: Rio 2016)

A disputa do golfe nos Jogos do Rio tem novo líder. Neste sábado, após a terceira volta do torneio na Olimpíada, o britânico Justin Rose teve bom desempenho, aproveitou erros dos seus principais rivais e assumiu a liderança da disputa, com 201 tacadas e 12 abaixo do par.

Rose teve desempenho considerado espetacular, com uma rodada de 65 tacadas, com dois eagles, nos buracos 3 e 5. Assim, já até comentou a possibilidade de conquistar o ouro na Olimpíada neste domingo, último dia do golfe no Rio-2016.

"Ganhar uma medalha será algo inacreditável. No golfe, a gente ainda não teve a oportunidade de perceber o quanto isso significa. Mas amanhã, quando vermos alguém com a medalha de ouro no pescoço, vamos perceber quão especial é esse momento", disse.

O sueco Henrik Stenson vem logo atrás, com 202 tacadas, um a menos do que Rose. "Seria excelente ganhar uma medalha. Aguardo por isso há anos", disse o campeão do Aberto Britânico de Golfe deste ano, um dos Majors do Circuito Mundial.

O australiano Marcus Fraser, que liderava o torneio até a última sexta-feira, caiu para o terceiro lugar, com 204 tacadas. Mas a disputa deverá ser bastante acirrada neste domingo, afinal, três golfistas estão empatados em quarto lugar, com 207 tacadas: o norte-americano Bubba Watson, o sueco David Lingmerth e o argentino Emiliano Grillo.

O brasileiro Adilson da Silva caiu para a 42ª posição, empatado com o finlandês Roope Kakko, após completar a rodada com 73 tacadas - ele soma um total de 2016. "Ainda não consegui me focar muito no jogo. Tenho pensado muito em obter um bom resultado, e isso atrapalha. Mas a torcida está maravilhosa. Nunca vi nada parecido", disse.

O último dia da disputa masculina do golfe será neste domingo, a partir das 7 horas.