24°
Máx
17°
Min

Bruninho promete seleção 'agressiva' contra os Estados Unidos

Foto: Célio Messias/ Inovafoto/ CBVBV - Bruninho promete seleção 'agressiva' contra os Estados Unidos
Foto: Célio Messias/ Inovafoto/ CBVBV


Após dois jogos sem grandes desafios técnicos nos Jogos Olímpicos do Rio, a seleção masculina de vôlei quer entrar em quadra nesta quinta-feira com mais agressividade. A atitude prometida pelos jogadores é a arma para enfrentar os Estados Unidos, que precisam de uma vitória para continuar vivos no Rio-2016, após duas derrotas consecutivas. Os times se enfrentarão às 22h35, no Maracanãzinho.

“A partir de agora não tem mais como tirar o pé, é só pedreira. A atitude do time é 'faca nos dentes', essa é a nossa cara e tem que ser nossa atitude em todas as partidas", disse o levantador Bruninho, após a equipe triunfar diante de México e Canadá. "Temos margem para crescer", disse.

A situação de "vida ou morte" dos Estados Unidos não preocupa a seleção. Até então considerados um dos favoritos no grupo, os americanos ainda não se encontraram em quadra - o time está na quinta posição, à frente apenas do Camarões por terem vencido um set contra a Itália. “Nosso desafio contra o Brasil é grande, mas vamos jogar de forma livre e esperamos que seja suficiente”, minimizou o técnico John Speraw.