22°
Máx
14°
Min

Chinesas ficam com ouro nos saltos ornamentais; brasileiras são as últimas

(Foto: Divulgação/Rio2016) - Chinesas ficam com ouro nos saltos ornamentais
(Foto: Divulgação/Rio2016)

Grande favorita, a China confirmou esta condição neste domingo e faturou a medalha de ouro olímpico nos saltos ornamentais, na prova sincronizada do trampolim de três metros. A dupla formada por Shi Tingmao e Wu Minxia deixou para trás as concorrentes com certa facilidade para faturar a medalha de ouro. Já as brasileiras Juliana Veloso e Tammy Takagi ficaram na oitava e última colocação da final.

Muito superiores, Tingmao e Minxia terminaram com nota 345,60, bem à frente das segundas colocadas, as italianas Tania Cagnotto e Francesca Dallape, que ficaram com a prata após fazerem 313,83. O bronze ficou a Austrália, graças a Maddison Keeney e Anabelle Smith, que cravaram 299,19.

A exibição coroou mais uma vez Minxia, um dos grandes nomes da história da modalidade. Ela se tornou a única saltadora a ser tetracampeã olímpica de uma prova, já que havia vencido na disputa sincronizada do trampolim de três metros em Atenas-2004, Pequim-2008 e Londres-2012. Ela também tem um ouro, uma prata e um bronze na prova individual do trampolim de três metros.

Por outro lado, o dia não foi nada bom para as brasileiras, que ficaram na última colocação com a nota 258,75. Takagi ainda reclamou de um barulho na torcida na hora do salto, que teria a atrapalhado, mas o fato é que elas chegaram ao Rio já satisfeitas por terem se classificado para os Jogos.