22°
Máx
14°
Min

Com 2 ouros, Brasil já tem melhor campanha na história; EUA chegam a 100 medalhas

(Foto: Divulgação)  - Com 2 ouros, Brasil já tem melhor campanha na história
(Foto: Divulgação)

A quinta-feira duplamente dourada para o Brasil representou muito para a história do País em Jogos Olímpicos. Com as vitórias do dia na vela e no vôlei de praia, já são cinco medalhas de ouro e outras cinco de prata e de bronze. Qualitativamente, já é o melhor desempenho brasileiro em uma edição de Olimpíada, superando Atenas-2004, na Grécia.

Há 12 anos, o Brasil conquistou cinco medalhas de ouro, duas de prata e três de bronze, totalizando 10 premiações. Agora, no Rio de Janeiro, já são 15 e mais uma está garantida, já que o futebol masculino está na decisão contra a Alemanha, marcada para este sábado, no estádio do Maracanã. Com 16, só falta uma para igualar em quantidade o desempenho de Londres-2012 - foram três de ouro, cinco de prata e nove de bronze.

No entanto, a meta estabelecida pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) antes da Olimpíada - de 25 a 27 medalhas para estar no Top 10 do quadro de medalhas - está difícil de ser alcançada. Faltando três dias de competições, o País conseguiu subir duas posições - ultrapassando Jamaica e Espanha - e agora está na 13.ª colocação. Para chegar ao 10.º lugar, precisa de, no mínimo, três de ouro. Isso se os concorrentes acima não vencerem mais.

Outro destaque do dia no Rio-2016 foi, mais uma vez, os Estados Unidos. Nesta quinta-feira, os norte-americanos chegaram à 100.ª medalha nesta Olimpíada. Ela veio com o bronze de Ashley Spencer nos 400 metros com barreiras feminino, em prova que a vencedora também foi uma norte-americana: Dalilah Muhammad. No total, são 35 medalhas de ouro, 33 de prata e 32 de bronze, muito à frente de Grã-Bretanha (22 de ouro) e China (20 douradas).

Até agora, 82 países já ganharam ao menos uma medalha no Rio-2016. As novidades do dia foram México e Jordânia, que nesta quinta-feira ganhou a sua primeira medalha na história do país com o ouro de Ahmad Abughaush na categoria até 68kg do tae kwon do.