22°
Máx
14°
Min

Com falha do goleiro, Argentina perde de Portugal por 2 a 0 no Rio

Com falha do goleiro, Argentina perde de Portugal por 2 a 0 no Rio

Uma atuação entrosada de Portugal e um frango vergonhoso do goleiro argentino deram à seleção europeia a vitória por 2 a 0 sobre a Argentina, bicampeã olímpica (Atenas-2004 e Pequim-2008) na estreia de ambos pelo torneio olímpico de futebol, nesta quinta-feira. Desfalcadas dos principais nomes, as duas equipes fizeram uma partida movimentada e com resultado que agradou a maioria dos brasileiros presentes no Engenhão.

Os dois gols saíram no segundo tempo. O lance decisivo para a vitória foi aos 39 minutos, quando Pite chutou e o goleiro Rulli, um dos argentinos acima de 23 anos, deixou a bola escapar entre os braços e as pernas. A falha fechou o placar e decretou a vitória de Portugal - sem a estrela Renato Sanches - sobre o time sul-americano, enfraquecido pelas ausências de Dybala, Vietto e Icardi.

O confronto que poderia reunir ainda Lionel Messi e Cristiano Ronaldo valeu pelas boas oportunidades de gol e a animação da torcida. O feriado no Rio para a chegada da tocha olímpica permitiu a presença de bom público, que das arquibancadas relembrou o clima da Copa do Mundo de 2014, com músicas para exaltar a rivalidade com a Argentina e gritos de "olé" nas jogadas portuguesas.

A animação do público começou mais cedo, na preliminar vencida pela Honduras por 3 a 2 sobre a Argélia, também pelo grupo D. O jogo movimentado pelo gols e pelas chances claras perdidas graças à limitação técnica das equipes foi um bom aquecimento para a partida principal.

Portugal demonstrou bom entrosamento e criou as melhores chances na etapa inicial. A Argentina só foi equilibrar a partida por volta dos 27 minutos. Mesmo com chutes perigosos e ataques velozes, os goleiros não precisaram trabalhar. Ora a falta de pontaria, ora a atuação dos zagueiros atrapalhou as finalizações nos momentos exatos. Portugal ainda teve um gol anulado por impedimento.

Após passar o primeiro tempo com pouca participação na partida, o atacante Calleri, ex-São Paulo, mostrou por que convenceu o West Ham a lhe contratar. O argentino quase fez um belo gol no início do segundo tempo. O toque por cobertura ficou no travessão.

A investida fez a equipe melhorar em campo, embora Portugal continuasse perigoso. Os constantes avanços argentinos pela direita abriram espaço para a equipe europeia achar o gol. A bola foi rolada da lateral para o meio até Gonçalo Paciência finalizar da entrada da área no canto esquerdo de Rulli, aos 21 minutos. O domínio português aumentou e o time criou mais duas chances, ambas defendidas pelo goleiro.

A Argentina tratou de reagir ao colocar em campo as revelações mais famosas. O meia Lo Celso, recém-contratado pelo Paris Saint-Germain, e o atacante Simeone, filho do técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, entraram por volta dos 30 minutos da etapa final para iniciar uma blitze, enquanto Portugal demonstrava cansaço e parecia acuado.

A falha do goleiro Rulli, porém, fez todo o esforço ser desperdiçado. Portugal ainda evitou um gol argentino em cima da linha, já nos acréscimos, e fechou a primeira rodada como líder. No domingo, a seleção enfrenta Honduras, no Engenhão, às 15h. No mesmo local a Argentina encara a Argélia, às 18h.