28°
Máx
17°
Min

Com recorde, Brasil inscreve 462 atletas na Olimpíada do Rio de Janeiro

A delegação brasileira que disputará os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro será a maior da história e terá 462 atletas em busca de medalhas. Outros 344 profissionais, entre técnicos, preparadores físicos, médicos e auxiliares, também foram credenciados e completam o Time Brasil na Olimpíada. Além deles, cerca de 200 pessoas atuarão nas bases de treinamento do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Entre os atletas, a equipe contará com 209 mulheres e 253 homens. São 185 competidores a mais do que o recorde anterior, alcançado em Pequim-2008, quando o Brasil disputou a Olimpíada com 277 atletas (132 mulheres e 145 homens). A diferença se justifica porque, como país-sede da atual edição dos Jogos, o Brasil tem direito a inscrever atletas em quase todas as modalidades, sem necessidade de índice olímpico.

O atletismo é a modalidade com mais atletas inscritos, 67. Depois, vem o futebol, com 36 jogadores, natação (33), e mais dois esportes coletivos, handebol (28) e polo aquático (26).

Com a oficialização dos inscritos, nesta segunda-feira, o Brasil definiu sua estreia em cinco modalidades na Olimpíada: badminton, ginástica de trampolim, golfe, hóquei sobre grama e rúgbi. Além disso, o País terá representantes pela primeira vez na canoagem velocidade feminino, no polo aquático feminino, na ginástica artística masculina por equipes, no conjunto de nado sincronizado e nos saltos ornamentais sincronizado.

"O Time Brasil teve a melhor preparação da história, coroada com o recorde absoluto de integrantes de uma delegação nacional em qualquer edição dos Jogos", afirmou Bernard Rajzman, chefe da missão brasileira.

NOVOS INSCRITOS - A lista apresentada pelo COB nesta segunda não conta com novos integrantes, da canoagem velocidade masculina. O Brasil deverá ter mais dois atletas inscritos porque herdou vaga na modalidade em razão de punição aplicada às equipes da Romênia e da Bielo-Rússia, por doping.

A exclusão destas equipes, e a vaga brasileira, foram confirmadas nesta segunda-feira. Assim, o Brasil terá uma equipe de K4 (caiaque quádruplo) na Olimpíada pela primeira vez na história.