22°
Máx
14°
Min

Condutor da tocha é retirado do percurso no Rio pela Força Nacional de Segurança

Testemunhas afirmaram que o condutor fazia um protesto contra o presidente (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil) - Condutor da tocha é retirado do percurso no Rio
Testemunhas afirmaram que o condutor fazia um protesto contra o presidente (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

Um condutor da tocha olímpica foi imobilizado por agentes da Força Nacional de Segurança e retirado do percurso nesta sexta-feira, no Rio. Tarcisio Carlos Rodrigues Gomes, de 31 anos, foi dominado no chão e teve a tocha retirada das suas mãos por agentes da Força, que não explicaram o motivo da abordagem.

O incidente aconteceu na zona portuária do Rio. Testemunhas ouvidas pelo Estadão.com afirmaram que o condutor fazia um protesto contra o presidente interino, Michel Temer.

Depois de passar por mais de 300 cidades em 26 estados e no Distrito Federal, a tocha olímpica chegou nesta quarta-feira ao Rio, para a reta final do revezamento, que foi iniciado no dia 3 de maio, em Brasília, onde a jogadora de vôlei Fabiana teve a honra de ser a primeira pessoa a conduzi-la no País.

No Rio, a chama chegou na Escola Naval, levada pelos irmãos Torben e Lars Grael em um barco a remo conduzido por dez remadores da Marinha do Brasil. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, recebeu a tocha, tornando-se o seu primeiro condutor da pira na cidade.