21°
Máx
17°
Min

Condutores da Tocha Olímpica: Ethiene Franco

(Foto: Divulgação) - Condutores da Tocha Olímpica: Ethiene Franco
(Foto: Divulgação)

A curitibana Ethiene Franco iniciou sua caminhada na ginástica aos oito anos, e fez parte da equipe brasileira nos Jogos Olímpicos Pequim 2008, quando ingressou na elite sênior.

Condutores da Tocha Olímpica: Rodrigo Puppi Brenner 

Rodrigo conheceu, em 2012, o projeto Ver com as Mãos, que possui aulas de artes, música e outras oficinas para jovens com deficiência visual. Encantado com o projeto, começou a dar aulas de design e percebeu resultados incríveis, vendo o potencial de simples gestos que podem melhorar a vida das pessoas.

O jovem de 25 anos atualmente é sócio de uma empresa de design, e tem como propósito deixar o dia-a-dia das pessoas com mais amor, humor e poesia.

“Quando recebi a notícia, foi uma alegria imensa! Amo esportes, Olimpíadas e principalmente a simbologia da passagem da chama olímpica. Acredito que as coisas mais importantes da vida, quanto mais você compartilha, mais se tem. Para mim, a honra de conduzir a tocha é sobre inspirar e compartilhar o amor”, diz ele.

Condutores da Tocha Olímpica: Harumy Freitas

A ginasta curitibana das barras assimétricas e da trave, Harumy Freitas, é outra condutora da Tocha Olímpica Rio 2016. A atleta chegou à seleção brasileira principal em 2009, e em 2010 representou o país nos Jogos Olímpicos da Juventude Singapura, quando tinha apenas 14 anos -idade mínima para participar.

Harumy iniciou no esporte por meio do balé, além de se arriscar em outras modalidades. A ginástica surgiu por meio de uma professora, que viu o talento da garota e a convidou. Em 2002 a atleta fez um teste para a Seleção Brasileira, quando foi aprovada.