24°
Máx
17°
Min

Condutores da Tocha Olímpica: Henrique Rodrigues

Henrique conquistou um ouro no revezamento pelo Brasil em 2011, nos Jogos PanAmericanos, e um bronze no medley (Foto: Divulgação) - Condutores da Tocha Olímpica: Henrique Rodrigues
Henrique conquistou um ouro no revezamento pelo Brasil em 2011, nos Jogos PanAmericanos, e um bronze no medley (Foto: Divulgação)

Representando o país nos Jogos Olímpicos Rio 2016, o curitibano Henrique Rodrigues também é um condutor da tocha pela capital paranense. O nadador da Seleção Brasileira é especialista em nado medley, foi duas vezes recordista e está indo para sua segunda olimpíada.

O atleta conheceu a natação por recomendação médica. “Comecei a nadar aos cinco anos, na Escola de Natação Amaral, porque sofria muito de rinite e o médico aconselhou, então nadava por saúde e lazer no início”, explica em seu site. Com isso, a brincadeira de criança começou a ganhar seriedade, e aos 11 anos o garoto decidiu começar a treinar e competir. No mesmo ano Henrique conquistou sua primeira medalha, em um Campeonato Estadual.

Seu primeiro título nacional veio dois anos depois, em 2004. Com as conquistas, o nadador participou de seu primeiro torneio internacional e, mais tarde, estreou no Multinations, conquistando um bronze na Grécia.

Em 2006, o curitibano entrou para o brasileiro absoluto e foi o único atleta masculino Juvenil a conquistar o índice para o primeiro Mundial Junior. Três anos depois, aos 18 anos, o nadador foi semifinalista no Mundial de Desportos Aquáticos, em Roma. Henrique Rodrigues conquistou quatro vezes o troféu BestSwimming, de melhor Atleta Junior no Brasil, de 2007 a 2010.

Henrique conquistou um ouro no revezamento pelo Brasil em 2011, nos Jogos PanAmericanos, e um bronze no medley. Em  2012, com 21 anos, participou de sua primeira Olimpíada, em Londres, onde foi semifinalista. “Ali foi uma experiência muito grande. Na primeira Olimpíada a gente vai para aprender, e foi assim que aconteceu comigo”, relatou o atleta em seu site.

Já em 2013 o atleta conquistou diversos títulos e medalha, mas teve sua carreira interrompida após uma lesão no ombro e uma operação, em 2014. “Fiquei seis meses parado, o que é muito difícil. Via meu corpo sair da forma física ideal”. Mas no mesmo ano Henrique Rodrigues se recuperou, e conquistou o recorde sul-americano nos 100m medley.

No Pan de Toronto, em 2015, Henrique superou Thiago Pereira e conquistou o ouro nos 200m medley, com o melhor tempo da carreira. Henrique Rodrigues está presente nos Jogos Olímpicos Rio 2016, defendendo o país.