22°
Máx
16°
Min

Condutores da Tocha: Rivelino Zinier de Almeida

Com experiência em eventos esportivos da capital, Almeida já trabalhou na logística de maratonas e meia maratonas de rua, na Copa do Mundo de 2014 e nas várias corridas que acontecem na cidade (Foto: Divulgação) - Condutores da Tocha: Rivelino Zinier de Almeida
Com experiência em eventos esportivos da capital, Almeida já trabalhou na logística de maratonas e meia maratonas de rua, na Copa do Mundo de 2014 e nas várias corridas que acontecem na cidade (Foto: Divulgação)

Com 19 anos dedicados ao trânsito curitibano, Rivelino Zinier de Almeida é um dos escolhidos para conduzir a Tocha Olímpica na capital paranaense. Ele faz parte da equipe de agentes de trânsito da Secretaria Municipal de Trânsito de Curitiba (SETRAN) e ajudou no planejamento de todo o percurso onde vai acontecer o revezamento da Tocha, desde o detalhamento dos bloqueios de rua, até os desvios para evitar o transtorno.

Com experiência em eventos esportivos da capital, Almeida já trabalhou na logística de maratonas e meia maratonas de rua, na Copa do Mundo de 2014 e nas várias corridas que acontecem na cidade.

Em entrevista para a Equipe de Reportagem do Massa News, ele conta que a SETRAN teve direito a um nome escolhido para representar a sua área e, sente-se com uma grande responsabilidade em ser o único indicado pelo ótimo desempenho em trabalhos esportivos que a cidade promoveu. “Foram meses de trabalho para que no dia do revezamento tudo ocorra bem, nós pensamos nas pessoas que irão presenciar um dos momentos mais marcantes do país, senão o mais importante no meio do esporte”, conta Almeida.

A parte que Almeida atua nas ruas de Curitiba vai desde o posicionamento de viaturas, ambulâncias e veículos de apoio no dia do grande evento.

É claro que a emoção de fazer parte do revezamento da Tocha Olímpica não é para qualquer um, ele também nos contou que no dia que ficou sabendo que iria ser um dos condutores, caiu em lágrimas de orgulho. “Quando eu recebi a informação, não me contive. Indiferente do trabalho que realizo, eu sempre fui um amante do esporte e até hoje, realizo corridas de rua”, disse emocionado.

Almeida enfatiza que a até hoje, não sentiu tanta honra semelhante ao de poder fazer parte de um pedacinho desta história, e que venha o grande dia, pois ficará marcado como uma das suas melhores conquistas.