23°
Máx
12°
Min

Curitibano vai comandar atendimento médico de atletas

(Foto: Lívia Mattos / Central Press) - Curitibano vai comandar atendimento médico de atletas
(Foto: Lívia Mattos / Central Press)

O ortopedista Lúcio Ernlund, especialista em Medicina Esportiva (joelho e ombro), foi convidado pelo comitê organizador para capitanear o atendimento médico aos atletas da modalidade voleibol de praia nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Ernlund, que é diretor médico do Instituto de Joelho e Ombro de Curitiba, presidente da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte (SBRATE) e ex-Diretor Médico da equipe do Coritiba, será venue medical management (VMM), ou seja, gerente médico da instalação voleibol de praia, que será disputado durante o período de 5 a 21 de agosto. Além disso, ele coordenará toda equipe de médicos voluntários que realizará atendimento aos atletas desta modalidade.

Segundo Ernlund, o convite do comitê, é um reconhecimento ao trabalho exercido por ele na medicina esportiva, há mais de 25 anos. "Além disso, o vôlei de praia é uma das modalidade que traz boas expectativas ao País, já que é um dos esportes responsável por diversas conquistas e medalhas para o Brasil, tanto na categoria feminina, quanto na masculina”, celebra.

O evento contará com cerca de 4.500 pessoas atuando na área médica, divididas nos locais de competição, realizando atendimentos pré-hospitalares. “Os profissionais farão atendimentos de emergência dos atletas nos locais de competição. Os casos mais complexos serão tratados na policlínica ou nos hospitais de referência”, explica Ernlund.

A policlínica terá capacidade para atender cerca de 20 mil pessoas, dentre elas 10.500 atletas e demais profissionais das delegações que estarão na Vila Olímpica. “Será uma estrutura médica gigante montada exclusivamente para os jogos olímpicos Rio 2016”, destaca.

Evento

Em outubro, Curitiba sediará o Congresso Médico Pós-Olimpíada. No encontro, os especialistas farão uma análise sobre a Olimpíada, na pauta estão assuntos como lesões, técnicas, prevenções, experiência internacional nos grandes eventos esportivos, dentre outros. O evento já tem confirmada a presença de Lars Engebretsen, diretor médico do Comitê Olímpico Internacional (COI).

Colaboração Assessoria de Imprensa.