22°
Máx
16°
Min

Delegação brasileira é ovacionada em desfile com mais de duas horas

(Foto: Ricardo Stuckert/ CBF) - Delegação brasileira é ovacionada em desfile com mais de duas horas
(Foto: Ricardo Stuckert/ CBF)

Foram duas horas e sete minutos de desfile - 17 minutos a mais do que o previsto -, tempo necessário para que as 207 delegações que estão no Brasil para a disputa dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro cruzassem o gramado do Maracanã, na noite desta sexta-feira, na cerimônia de abertura da Olimpíada.

No centro do estádio, muito atletas acabaram se sentando no chão à espera do fim da cerimônia. Nas arquibancadas, mesmo a mais demorada e cansativa parte da cerimônia de abertura não diminuiu o entusiasmo do público que foi o Maracanã.

Última delegação a desfilar, como manda o protocolo, a equipe brasileira foi ovacionada ao aparecer, quando já passava das 23h. O Time Brasil tem a maior equipe de sua história, composta por 465 atletas.

Nem todos, porém, foram à festa. Além dos atletas que estão concentrados fora da cidade do Rio, cerca de 120 não foram à cerimônia porque competem neste final de semana e foram orientados a descansar. Assim, a delegação brasileira contou com aproximadamente duzentos atletas.

O protocolo de entrada das delegações precisou ser modificado em relação à tradição olímpica. Sem uma pista de atletismo em torno do gramado, o que inclusive diminuiu a distância para as arquibancadas, as delegações desfilaram atravessando o gramado coberto de uma ponta à outra. Ao final, estava formado um grande corredor humano para recepcionar a equipe brasileira.

Dentre as delegações, uma das mais aplaudidas foi a da equipe de refugiados. Ela foi a penúltima a entrar no gramado do Maracanã. A delegação dos Estados Unidos, a mais numerosa, também foi bastante aplaudida. Rússia e Argentina tiveram algumas vaias, mas foram abafadas por uma maioria que aplaudiu.