23°
Máx
12°
Min

Em 11º no individual geral, Rebeca Andrade ouve elogios de Simone Biles e festeja

Rebeca Andrade ouve elogios da campeã olímpica Simone Bile

A brasileira Rebeca Andrade terminou em 11.º lugar no individual geral da ginástica artística nesta quinta-feira, com o total de 56,965 pontos. Apesar de ficar longe de uma medalha, a atleta de 17 anos comemorou o resultado em sua estreia olímpica. "Estou muito contente por ser uma das melhores ginastas do mundo com apenas 17 anos. Isso é importante para a minha carreira. Competir ao lado da Simone Biles foi demais. Ela disse que o meu salto é incrível e fiquei feliz demais", comentou.

Rebeca Andrade se referiu à norte-americana sensação dos Jogos Olímpicos do Rio, que ficou com a medalha de ouro por equipe com os Estados Unidos, na última quarta-feira, e no individual geral nesta quinta, com 62,198.

No individual geral, a ginasta precisa fazer todos os aparelhos. No primeiro deles, o salto, Rebeca Andrade conseguiu 15,566 pontos, a terceira melhor nota no aparelho. Nas barras assimétricas, somou 14,033, seguido por 13,600 na trave. No solo, se apresentou sob aplausos do público e levou 13,766.

"Ouvir todo mundo gritar meu nome me emocionou. Me senti uma estrela. Meus pais estão orgulhosos de mim e isso é o mais importante. Durante as Olimpíadas, passei bem por todas as provas e só tive uma queda. Saio daqui satisfeita. Valeu a pena", comemorou Rebeca Andrade.

A outra brasileira na competição, Jade Barbosa, que ficou em 10.º lugar em Londres-2012, machucou o tornozelo direito durante sua apresentação no solo e teve de abandonar a final do individual geral antes do fim.

As provas da modalidade voltam neste domingo com a decisão de solo masculino, com participação de Diego Hypolito e Arthur Nory Mariano. No dia seguinte, Arthur Zanetti busca o bicampeonato nas argolas e Flávia Saraiva, na trave. Por fim, na terça-feira, Francisco Barretto Júnior faz a decisão da barra fixa.