27°
Máx
13°
Min

Escalado até para duplas mistas no Rio-2016, Nadal volta a jogar no fim de julho

(Foto: Deco Pires/ Fotojump/ Rio Open 2016) - Escalado até para duplas mistas no Rio-2016, Nadal volta a jogar no fim de julho
(Foto: Deco Pires/ Fotojump/ Rio Open 2016)

Medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, Rafael Nadal não pôde estar presente em Londres-2012 por não reunir condições físicas ideais após lesionar o joelho. Agora, porém, deverá aproveitar ao máximo a sua participação na Olimpíada de 2016, no Rio. Nesta quinta-feira, a Real Federação Espanhola de Tênis (RFEF) confirmou a inscrição dos tenistas do país para a competição e confirmou o seu principal astro escalado até para a disputa de duplas mistas.

A RFEF enviou a lista de jogadores que terá nos Jogos do Rio à Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) e prevê a presença de Nadal também nas disputas de simples e duplas masculinas. Qualificados em simples por meio de suas respectivas posições no ranking mundial, o atual quarto colocado da ATP, David Ferrer, Roberto Bautista Agut e Albert Ramos foram confirmados para o torneio de simples da Olimpíada, enquanto Garbiñe Muguruza e Carla Suárez Navarro foram escaladas para a chave individual feminina.

Já para as duplas masculinas, cuja escalação seguiu critério técnico adotado por Conchita Martínez, capitã espanhola na Copa Davis e na Fed Cup, Nadal foi escalado para atuar ao lado de Marc López, enquanto Ferrer formará parceria com Agut. Para as duplas femininas, por sua vez, foram confirmadas as parcerias Carla Suárez/Muguruza e Anabel Medina Garrigues/ Arantxa Parra Santonja.

Em outra disputa bem menos badalada na qual Nadal também deverá estar presente no Rio-2016, a das duplas mistas, o astro fará parceria com Muguruza, enquanto Ferrer e Carla Suárez seria a outra equipe espanhola nesta chave, pelo que indicou Conchita Martínez nesta quinta-feira. As inscrições para as duplas mistas, porém, irão ocorrer apenas no dia 9 de agosto, quando o torneio de tênis dos Jogos Olímpicos já estarão em andamento.

Por isso, ainda não é 100% certo que essas, de fato, serão as parceiras da Espanha nas duplas mistas, tendo em vista fatores como desgaste e lesão nas primeiras rodadas das outras chaves da modalidade no evento olímpico. "A decisão é inscrever Muguruza/Nadal e Suárez/Ferrer, mas o regulamento nos dá margem até lá, por isso vamos esperar para ver como eles estarão naquele momento", explicou Conchita.

NADAL DEVE VOLTAR EM TORONTO - Afastado das competições desde quando precisou desistir da disputa de Roland Garros após lesionar o punho esquerdo durante o Grand Slam realizado em Paris, Nadal deverá retornar ao circuito profissional no Masters 1000 de Toronto, que será realizado às vésperas da Olimpíada, entre os dias 25 e 31 de julho, no Canadá.

A previsão foi dada nesta quinta pelo tio e treinador do tenista, Toni Nadal, que avisou: "Ele está seguindo seu processo normal com os prazos previstos e agora tem de fortalecer outra vez o pulso e o braço, e dentro de duas semanas começaremos a treinar em quadra progressivamente e jogando cada dia um pouco mais".

Já ao projetar a participação de seu sobrinho no Masters 1000 canadense, Toni enfatizou que "o plano é jogar em Toronto", onde espera que o tenista possa fazer uma boa campanha e, aliando a mesma aos treinos, "fazer uma boa preparação para os Jogos Olímpicos".

Ouro na chave de simples masculina de Pequim-2008, Nadal ficou fora de Londres-2012 depois de ter sido escolhido, inclusive, para ser o porta-bandeira da Espanha na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, mas ele não pôde ter essa honraria ao anunciar que não teria condições de atuar na capital inglesa.