22°
Máx
14°
Min

Espaços de países e patrocinadores darão o tom da hospitalidade durante Rio-2016

Foto: Joanne Roriz/Exemplus/COB - Espaços de países e patrocinadores darão o tom da hospitalidade no Rio
Foto: Joanne Roriz/Exemplus/COB

Muito além da disputa esportiva, a Olimpíada é uma oportunidade de conhecer pessoas e culturas diferentes. Durante os Jogos, mais de 50 casas de hospitalidade - espaços para receber convidados e difundir características positivas de um país ou de uma marca - serão inauguradas e vão tentar atrair o torcedor. Nem todas são abertas ao público e nas fechadas os convites são muito cobiçados.

O Reino Unido, o continente africano e as ilhas do Pacífico terão espaços próprios, assim como os patrocinadores da Olimpíada, alguns comitês nacionais e até federações esportivas. Ao todo funcionarão 54 casas e alguns países terão duas unidades. Também estarão representadas três cidades - Rio de Janeiro, a peruana Lima, que sediará o Pan de 2019, e a sul-coreana PyeongChang, palco dos Jogos Olímpicos de Inverno em 2018.

Quem também marca presença é a Federação Internacional de Vôlei e a NBA, responsável pela organização do basquete profissional norte-americano. Só 25 delas são abertas ao público. As demais receberão apenas convidados. A maioria tem entrada grátis, mas o ingresso para algumas das casas abertas é pago. Para entrar na casa que representa o Catar, por exemplo, será preciso desembolsar R$ 20, que serão doados a um projeto social brasileiro.

A maioria das casas abertas ao público oferece um ou mais telões que exibirão competições esportivas e documentários sobre o país. Haverá ainda atrações de acordo com as características de cada nação. Autoridades nacionais serão responsáveis por abrir a programação. Nesta terça-feira, por exemplo, a Casa da Dinamarca será inaugurada em evento fechado com a presença da família real - o príncipe Frederik e a princesa Mary.

Uma das apostas é a exposição de bicicletas, que faz parte da cultura do país, e um anexo que é a Casa Lego. O Pavilhão da Dinamarca também participou da maquete que vai ficar no Boulevard Olímpico. Em 20 metros quadrados e com quase um metro de altura, as 947 mil peças de lego usadas foram diversas paisagens do Rio na maior maquete do brinquedo já feita na América Latina.

A partir desta terça-feira, o público poderá conhecer a Casa da Dinamarca, um pavilhão de 300 metros quadrados situado em Ipanema (zona sul). A programação incluirá atividades para todas as idades - nos dias 6 e 7 de agosto, por exemplo, enquanto crianças participarão de workshops de montagem de bicicletas em miniatura, adultos poderão construir a maior bicicleta ecológica do mundo, feita das peças da companhia dinamarquesa.

Todos os dias a partir das 17h ocorrerá a Sunset Party, festa animada por Djs dinamarqueses. Em três dias por semana haverá distribuição gratuita de cerveja dinamarquesa.

Para atrair o público dos Jogos, a maioria das casas fica na zona sul, nas imediações do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca (zona oeste) e no centro. O Boulevard Olímpico instalado na região portuária reúne 11 casas, de nações ou empresas patrocinadoras.

ATRAÇÕES - Uma das casas mais badaladas será a da Holanda, que vai funcionar no Clube Monte Líbano, na Lagoa (zona sul), e oferecerá até raves. De manhã será possível praticar várias modalidades esportivas. À noite, haverá festas com Djs.

A Casa da Suíça, que já funcionou no Rio durante a Copa de 2014, foi inaugurada ontem em sua versão "olímpica" no campo de beisebol da Lagoa. A pista de patinação com gelo sintético é uma das principais atrações, mas o espaço também oferece pista de atletismo, bolha que simula neve, trenzinho com vídeo tridimensional para simular uma viagem, espreguiçadeiras, almofadas e redes para descanso e lounges, onde DJs farão apresentações musicais.

Já a Casa da França, que foi instalada na Sociedade Hípica Brasileira, uma série de eventos quer marcar a presença do país nos Jogos e mostrar a capacidade de Paris em receber a Olimpíada de 2024. O local será aberto na sexta-feira e funcionará do meio-dia às 2h da manhã. Entre as atrações estão foodtrucks que apresentarão a culinária francesa, festas com bandas e DJs, além de apresentações circenses e de dança. É uma maratona de festa nos Jogos.